publicidade

REVIEW: Minha primeira experiência com uma Cam Girl

Nosso repórter perdeu o cabaço na internet e conta tudo, em detalhes! NSFW.

Claussen Munhoz - Publicado: 17/08/2015 18:25 | Atualizado: 06/05/2016 18:21
106
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
publicidade

Viver é perder virgindades.

As primeiras vezes existem e tê-las, sem dúvida, é um dos sentidos da vida. Na busca incessante desse viver, em uma noite vazia e solitária acabei me entregando aos prazeres da internet. Eu estava sofrendo com a carência e precisava encontrar o sentido/gozo da vida quando me deparei com o site Câmera Hot, que oferece shows de exibicionismo ao vivo.

Não entendeu? No site, algumas meninas desinibidas, as chamadas CamGirls, ficam disponíveis para conversar com você, fazer um strip-tease, uma dancinha ou até mesmo brincar com seus vibradores e fazer um sexo ao vivo. Tudo pra tirar você da solidão.

O Cardápio

Você entra no site e um imenso catálogo de meninas está a sua disposição. A primeira tarefa é achar a parceira ideal para acompanhar você nessa jorrada jornada. Comecei lendo os perfis das garotas em busca de uma que tivesse uma “sintonia” comigo. Nessa lista estavam desde feiticeiras escondendo o rosto com véu, até tímidas que escondem a face mostrando somente as suas bundas.

publicidade

camgirl

publicidade

A escolhida

Escolhi minha Camgirl pela descrição de seu perfil. Começava dizendo: “Perfis existem para serem lidos, então leia”. Foi uma paixão súbita, sempre achei isso sobre os perfis, juro. Eu disse “olá” e a chamei para o chat privado.

camgirl1

O nervosismo da primeira vez

Sabe quando você vai fazer alguma coisa pela primeira vez e não tem ideia do que fazer? Sabe, né?! Foi então que eu disse a verdade. Perguntei o que fazer e até onde exatamente nós poderíamos ir. Ela me deu suas opções.

camgirl3

Cada menina tem seus limites. Minha Camgirl disse que poderia fazer um strip-tease, dançar (menos funk que ela detestava), se masturbar, usar seus vibradores, mas que não fazia anal. E então começamos.

camgirl4

O Show

Para ver com as imagens (explícitas), clique aqui.

Ela tirou a calcinha e o sutiã com um sorriso inesquecível no rosto. De moleca safada mesmo. Estava em uma cama, mas parecia estar em um palco onde girava e mostrava todos os ângulos de sua indescritível beleza.

Após a dança, quando a elogiei, ela me perguntou o que fazer. Pedi que ela se tocasse e ela prontamente começou a guiar o meu olhar pelo seu corpo utilizando as mãos até iniciar uma deliciosa masturbação em close-up.

E foi aí que eu relaxei. Ela já estava aquecida com a masturbação e eu perguntei que brinquedinhos mais ela teria. Prontamente, a Camgirl me mostrou seus vibradores, suas bolinhas de pompoarismo e um negócio que não entendi direito o que era. Pedi que ela usasse o negócio primeiro para eu descobrir. Nus, envolvemos.

É uma interação mágica, senhores. Você digita no chat, ela responde seguido de uns “kkkkkkkkk” e te realiza. Perdi logo a timidez, pedi para ela trocar de consolo, de posição e tudo isso enquanto conversávamos sobre a minha inexperiência no site. Tudo natural, tudo real a ponto de a tela quase inexistir entre a gente (quer dizer, para mim).

Tudo que é bom dura tempo o bastante para se tornar inesquecível. Ela era do sul, era morena, gostava de quem lia perfis, tinha um corpo delicioso, odiava funk e tirou o meu cabaço de experiência com uma Camgirl.

Foi bonito? Foi. Foi Intenso? Foi. Verdadeiro e sincero? Foi, não foi?

Moral da História

O serviço é ótimo, existem meninas para agradar a todos os gostos, mesmo. A interação é mágica, muito diferente de assistir um pornô, por exemplo, onde você é apenas um espectador. E ainda rola um papo legal para tirar você da solidão. Adiós, cariño!

Quanto custa?

Você pode inserir de 30 a 900 reais na sua conta e transformá-los em créditos para gastar no site. Existem várias formas de gastá-los, como por exemplo ingressar no chat com as Camgilrls de várias formas diferentes:

  • Chat Simples: O Usuário pode interagir com a camgirl e a sala pode receber mais usuários (você e mais outros usuários por exemplo). Custa 1,35 o minuto.
  • Chat Privado: O Usuário pode interagir sozinho com a camgirl. Ninguém mais além dele poderá interagir com ela. Custa 2,40 o minuto.
  • Chat Voyeur: Se a camgirl permitir, quando um Usuário estiver em Chat Privado, um outro Usuário pode pagar para espiar o chat (Voyeur), mas não pode interagir com a camgirl (não pode teclar e nem se exibir para ela). Custa 1,60 o minuto.
  • Gold Show: É uma ferramenta de show colaborativos, qualquer camgirl pode configurar esta sala da maneira que desejar para iniciar uma arrecadação. Se a arrecadação atingir o valor desejado pela camgirl, o show começa e todos os Usuários que pagaram participam do Show ouvindo o áudio, vendo o vídeo e interagindo pelo bate-papo. O lance mínimo é a partir de 10,00 reais.

Se liga!

As Camgirls são garotas do país inteiro. Algumas estudam, outras trabalham, tem as que são casadas, enfim, elas têm vidas separadas desse trampo. Elas são meninas desinibidas, que mostram o corpo, realizam suas fantasias, fazem um sexo ao vivo através da câmera; mas elas não fazem programa.

Se bem que tem uma que já fez programa sim, a Clara! Mas na televisão. A paulistana, que trabalhava com Camgirl participou do programa Big Brother Brasil em 2014. Tem gente que já tinha dado uma espiadinha antes do Bial, hein?

Os prints da matéria foram todos autorizados. Não tire prints! Respeita as mina.

 artigo_patrocinado



Destaques do Alô, Alô? Testando!

106
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
Gaúcho paulistano. Colorado de nascimento, formado em mundanidades e viciado em inutilidades. Tarado por informação, literatura e churrasco. Roteirista, jornalista e ex-produtor de Hermes e Renato que gosta de estudar e de batata. Só mais um entre tantos meninos perdidos.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade