publicidade
Essa foi quente!

Brasileiros revolucionam a forma de Doar Sangue com ajuda da tecnologia

Basta ter uma conta no Facebook.

Gabriela Roman - Publicado: 16/03/2017 15:18 | Atualizado: 16/03/2017 15:18
747
Clique no "joinha" para bombar este post!
2
0
0
publicidade

Você sabia que apenas 1,9% da população brasileira é doadora de sangue?

Pensando em difundir a cultura de doação, os estudantes brasileiros Gabriel Branco, Ricardo Morcelli e Fernando Berwanger criaram o Hemotify, um serviço que promete aumentar o número de doadores utilizando a tecnologia e as redes sociais.

A plataforma funciona através de notificações no Facebook. Quando um hemocentro próximo precisar do teu tipo sanguíneo, você será notificado na rede social. Para quem quer doar com mais frequência o serviço cai feito uma luva, não?

O objetivo do Hemotify é tornar doadora pelo menos 5% da população. Isso manteria os estoques de sangue do país no nível ideal, segundo os criadores. A plataforma, que une doadores e hemocentros, está com campanha de financiamento coletivo no Catarse, a fim de expandir seu funcionamento para todo Brasil.

publicidade

Para participar basta acessar o site do Hemotify, clicar em “Quero ser um Doador” e preencher tua cidade e tipo sanguíneo.

publicidade

Atualmente, o Hemotify funciona em algumas cidades do Rio Grande do Sul, em Brasília e em Erecê (Bahia). Confira a lista completa dos locais onde os serviços já estão disponíveis. Para fazer uma doação e ajudar o projeto a crescer, clique aqui.

Reprodução | Hemotify, https://hemotify.com/Reprodução | Hemotify
Catarse, https://www.catarse.me/projetohemotifyCatarse
Diario de Santa Maria, http://diariodesantamaria.clicrbs.com.br/rs/geral-policia/noticia/2016/11/estudantes-da-ufsm-criam-aplicativo-que-ajudara-a-abastecer-hemocentros-8114758.htmlDiario de Santa Maria

– Os criadores do projeto.

Fonte(s): Catarse, Hemotify
Imagem de capa: Best of Web


Destaques do Alô, Alô? Testando!

747
Clique no "joinha" para bombar este post!
2
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade