publicidade

Igual ao “Matrix”: Cientistas descobriram como fazer ‘download’ de qualquer habilidade direto no cérebro

O estimulo tornou o aprendizado 33% mais rápido.

Gabriela Roman - Publicado: 14/03/2017 12:11 | Atualizado: 14/03/2017 12:11
41
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

Quem viu Matrix, a épica trilogia das irmãs Wachowski, ficou chocado com a possibilidade de ‘baixar’ conhecimento no seu cérebro.

No filme, Neo, personagem de Keanu Reeves, “aprende” técnicas marciais com as quais nunca tinha tido contato, com uma simples “atualização de sistema”.

Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=V8ZdGmgj0PQ&t=24s
Youtube

Quase duas décadas depois, cientistas descobriram uma maneira de estimular o cérebro a aprender uma nova habilidade muito mais rapidamente do que o normal.

O estudo, publicado no site científico Frontiers in Human Neuroscience, comprovou a eficácia da nova descoberta fazendo pessoas que nunca pilotaram um avião concluírem a tarefa em pouco tempo, com maestria. Mas calma, os testes foram realizados em um simulador de voo.

publicidade

A Pesquisa

Os pesquisadores, do HRL Laboratories, escolheram a simulação de pilotar uma aeronave pois, segundo os especialistas, essa habilidade mistura o sistema cognitivo e motor. Ou seja, é capaz de desenvolver simultaneamente o corpo e a mente.

publicidade

Segundo o The Mirror, os pesquisadores mapearam as áreas do cérebro ativadas em pilotos veteranos, pilotando uma aeronave (em um simulador). Então, replicaram o estímulo nessas áreas específicas em pessoas que nunca haviam tido contato com a habilidade, trazendo para a ciência um resultado muito positivo.

Youtube - HRL Laboratories, https://www.youtube.com/watch?v=oIvdvG_zj6AYoutube - HRL Laboratories

Como funciona

Utilizando gel condutor, uma espécie de capuz cheio de eletrodos é colocado na cabeça da pessoa, em contato com o couro cabeludo.

Youtube - HRL Laboratories, https://www.youtube.com/watch?v=oIvdvG_zj6AYoutube - HRL Laboratories

O capuz trabalha de três formas: medindo o fluxo sanguíneo, o potencial elétrico do couro cabeludo e estimulando as áreas específicas necessárias à aprendizagem. Após mapear o cérebro dos veteranos, os estímulos eram feitos nas áreas corretas enquanto o novato aprendia a pilotar a aeronave, de acordo com The Telegraph.

Uma nova habilidade pode demorar semanas para se consolidar no cérebro; o estímulo funcionou como um impulso para acelerar o processo de aprendizagem.

Youtube - HRL Laboratories, https://www.youtube.com/watch?v=oIvdvG_zj6AYoutube - HRL Laboratories

Resultados

De acordo com The Independent, 32 pessoas que nunca haviam tido contato com pilotagem de aviões foram testadas, enquanto 6 pilotos profissionais foram estudados. O grupo estimulado realizou a tarefa 33% melhor do que o grupo que não recebeu o estimulo.

Youtube - HRL Laboratories, https://www.youtube.com/watch?v=oIvdvG_zj6AYoutube - HRL Laboratories

Segundo Matthew Phillips, do laboratório HRL:

“É possível que a estimulação do cérebro seja implementada para aulas de direção, preparação para o SAT (exame tipo ‘vestibular’ americano) e para aprender idiomas.”

Além disso, o profissional revela que a descoberta pode ainda beneficiar pessoas que tiveram dano cerebral.

Coisa do passado

Segundo o site Breitbart, o método em si é bastante antigo, já utilizado pelos egípcios, há 4000 anos. Eles usavam peixes elétricos para estimular o cérebro e reduzir a dor. Outro exemplo de adepto da prática é Benjamin Franklin, que aplicava correntes elétricas à sua cabeça.

A pesquisa científica, no entanto, começou no início do segundo milênio e visa mapear e personalizar o estímulo da maneira mais eficaz possível.

Assista ao vídeo sobre a descoberta (em inglês):

Fonte(s): BreitBart, The Mirror, HRL Laboratories, The Independent, The Telegraph


Destaques do Alô, Alô? Testando!

41
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade