publicidade

“Aserehe”: Descobriram a história por trás do hino “Ragatanga”; estamos sem palavras!

Isso vai mudar a sua vida.

Thales Capitani - Publicado: 07/04/2017 15:13 | Atualizado: 07/04/2017 15:13
472
Clique no "joinha" para bombar este post!
465
0
0
publicidade

Rouge, a maior girl band brasileira que você respeita, estourou em 2002 com seu grande sucesso “Ragatanga“. Até hoje há quem cantarole a canção por aí e rale com a coreografia nos bailinhos da vida.

Mas de onde vem essa linguagem? Quem conjurou esse patronum do Harry Potter no refrão? É um idioma satânico? Descobrimos o mistério do “Aserehe” e vamos contar para você agora!

Onde Tudo Começou…

O quinteto teve sua formação através do programa “Popstars“, um reality show transmitido na emissora SBT que selecionou cinco integrantes para um grupo musical.

Aline Wirley, Fantine Thó, Karin Hils, Patrícia (Li) Martins e Luciana Andrade formavam a nova girl band, que atingiria sucesso nacional e ficaria para sempre em nossos corações – principalmente graças ao hit de refrão complicado, que fazia parte do primeiro álbum do grupo.

publicidade

Olha lá quem vem virando a esquina…

Para quem não sabe, o hit é uma versão da músicaAsereje“, do grupo espanhol Las Ketchup. O sample utilizado nas versões foi responsável pelo sucesso das duas bandas, que em ambas, têm um dos refrões mais indecifráveis do pop:

“Aserehe ra de re De hebe tu de hebere seibiunouba mahabi An de bugui an de buididipi”.

Versão Las Ketchup


Versão Rouge

A origem do “Aserehe”

O ano era 1979 e as pickups agitavam as pistas de dança, enquanto Sugarhill Gang lançava um dos maiores clássicos do hip-hop, “Rappers Delight“!

O grupo fez tanto sucesso que a canção está na posição #251 da lista das 500 melhores músicas de todos os tempos, realizado pela revista Rolling Stones.

Billboard, http://www.billboard.com/articles/news/6281561/sugarhill-gang-rappers-delight-first-chart-appearance-anniversaryBillboard

– Trio Sugarhill Gang

Além de entrar na lista e agitar muitas pistas de dança na época, a canção acabou inspirando, 23 anos depois, o compositor Manuel Ruiz a escrever Asereje.

Mas como um hip-hop inspirou um hino pop tão poderoso? Prepare-se para a resposta.

A comparação

Aperte o play e ouça a canção do trio norte-americano.

Notou algo? Logo na introdução, podemos perceber que um dos cantores do trio, Wonder Mike, canta:

“I said a hip hop the hippie the hippie
to the hip hip hop, a you don’t stop
the rock it to the bang bang boogie say up jumped the boogie
to the rhythm of the boogie, the beat”

Percebes Ivair, a petulância da composição? Na realidade Manuel Ruiz, provavelmente por sua origem latina, baseou-se apenas na sonoridade das palavras em inglês, para escrever o hit.

“Aserehe ra de re De hebe tu de hebere seibiunouba mahabi An de bugui an de buididipi”.

Que na verdade é:

“I said a hip hop the hippie the hippie to the hip hip hop, a you dont stop the rock it to the bang bang boogie say up jumped the boogie to the rhythm of the boogie, the beat”.

Drop the mic.

– Daríamos tudo pra saber se o tal Diego sabia disso. E onde ele compra a roupa de água marinha.

Fonte(s): Rolling Stones, Wikipedia, BBC Brasil, Wikipedia, Buzzfeed, Wikipedia, Fatos Desconhecidos


Destaques do Alô, Alô? Testando!

472
Clique no "joinha" para bombar este post!
465
0
0
Podem me chamar de Thels! Aquariano (louco dos signos), estudante de Publicidade e Propaganda que ama escrever! Livros, séries, cinema,PARTY e é claro: um bom rango não faz mal a ninguém!
publicidade

Tá na rede!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade