publicidade

50 Lugares BARATOS para sair em São Paulo e impressionar (GUIA DEFINITIVO)

Vai levar a paquera pra dar um rolê, mas a crise apertou o orçamento? A maioria é de graça!

Claussen Munhoz - Publicado: 18/09/2015 15:17 | Atualizado: 23/01/2017 14:09
25.765
Clique no "joinha" para bombar este post!
15
0
0
publicidade

Não há dúvidas de que São Paulo é a cidade mais democrática do Brasil quando o assunto é divertir-se. Hippies, deboístas, hypes, esportistas, skatistas, góticos, gospels… há sempre um point perfeito para você.

Mas se está cansado de ir sempre nos mesmos locais, se liga nessa lista que preparamos com lugares baratos para sair e impressionar quem estiver com você.

***

1. Mirante 9 de Julho

Chicken or Pasta, https://chickenorpasta.com.br/2015/mirante-9-de-julho-um-relato-emocional/Chicken or Pasta

O Mirante, que nos anos 20 foi point dos organizadores da Semana de Arte Moderna, oferece uma vista linda da Avenida 9 de Julho, cenário perfeito para um primeiro beijo, por exemplo.

No Mirante, um delicioso café em restaurantes de preços honestos completa o kit rolê passeio + alimentação.

publicidade

Onde: Em cima do túnel da 9 de Julho (para quem vem da Avenida Paulista, o acesso é pela Rua Professor Otávio Mendes).

publicidade

Quanto: O Mirante é de graça.

 

2. Praça do Pôr do Sol

Japa Viajante, https://japaviajante.com/2014/06/10/um-pouco-de-paris-no-brasil-4-roteiros-romanticos-ate-100-reais/Japa Viajante

Essa é para galera deboísta. A praça, como o nome antecipa, tem um dos melhores crepúsculos da cidade. Pegue a sua canga, o violão, ensaie Redemption Song do Bob Marley, separe um vinho e pimba!

Romance na certa antes do sol se pôr ou energia garantida para sua turma. É de graça e o vinho você pode comprar no mercado.

Onde: Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros, s/n.

Quanto: De graça.

 

3. Terraço do MAC

Flickr, https://www.flickr.com/photos/monicadegodoi/13081215923Flickr

Para quem curte o belo da vida, tão bom quanto estar no Ibirapuera é a vista do parque que o MAC, Museu de Arte Contemporânea, reserva. Leve a/o paquera para ver uma exposição e finja que é só isso, arte pela arte. Depois, dê uma passada pelo terraço. Será epifânico! Se você não beijar, eu beijo. E o melhor, tudo de graça.

Onde: Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 – Ibirapuera.

Quanto: De Graça

 

4. CCSP

Elise Goes Everywhere, http://elisegoeseverywhere.blogspot.com.br/2013/11/brazil-days-1-2-sao-paulo.htmlElise Goes Everywhere

Talvez o lugar mais democrático e acessível da cidade, o Centro Cultural São Paulo surpreende do subsolo ao teto. Um terraço com jardim para curtir tranquilamente, salas de vidro para ver ensaios de música clássica, adolescentes ensaiando K-Pop, galera da exatas com umas calculadoras enormes, cinema, biblioteca e exposições.

O que impressiona? A falta de tédio nesse lugar.

Onde: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso.

Quanto: De graça.

 

5. CCBB

Mario Campos, http://macariocampos.blogspot.com.br/2013/05/cai-guo-qiang-da-vincis-do-povo-peasant.html#axzz3kntdt6GBMario Campos

Cinema, Teatro e Artes Visuais reunidos em um prédio com uma arquitetura incrível. Impossível não amar. O CCBB/SP impressiona até mesmo quem o conhece.

A dica aqui é a incrível curadoria do cinema com filmes que não rolam em outros lugares e que custa zero temers. O café também é muito bom, com um climinha de café francês. Très romantique!

Onde: R. Álvares Penteado, 112 – Centro.

Quanto: De graça.

 

6. Jardins do Ipiranga

Estudantes de Arquitetura, http://estudantesdearquitetura.com.br/museu-do-ipiranga-museu-paulista/Estudantes de Arquitetura

Um dos lugares mais românticos da cidade, os jardins do Museu do Ipiranga foram projetados com inspiração em jardins franceses, como o do Palácio de Versalhes, em comemoração ao Centenário da Independência do Brasil.

Com 100 chafarizes, o local é ideal para um picnic, um rolê de skate ou para você impressionar com seus conhecimentos de história.

Só que o Museu, uma lástima, vai ficar fechado por muitos e muitos anos.

Onde: Parque da Independência, Ipiranga.

Quanto: De graça.

 

7. Parque Jardim da Luz

Pinterest, https://br.pinterest.com/pin/302304193717403568/Pinterest

O melhor lugar do centro de São Paulo para ficar de boas em um encontro.

O parque mais antigo da cidade, aberto ao público em 1825, reúne espécies de plantas ameaçadas de extinção, jardim de esculturas, lagos, espelhos d’água e alguns animais, além de um jardim de roseiras incrível e uma gruta com cascata, cenário perfeito para um beijo memorável.

Onde: Praça da Luz, s/n – Bom Retiro.

Quanto: De graça

 

8. Pinacoteca

Mercado e Eventos, http://blogme.mercadoeeventos.com.br/?p=751Mercado e Eventos

A Pinacoteca possui cerca de 500 peças em exposição de artistas dos séculos XIX e XX distribuídas em um prédio que por si só já é deslumbrante. Também conta com um restaurante/café no térreo com vista para o Jardim da Luz, lugar perfeito para um almoço delícia enquanto as pernas descansam…

Onde: Praça da Luz, 2 – Luz.

Quanto: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (estudante). Grátis aos sábados.

 

9. Memorial da Resistência

Sarety, https://sarety.wordpress.com/2011/06/06/um-coqueiro-ali-um-coqueiro-la/Sarety

Destinado para catalogar informações sobre o obscuro período da ditadura, o Memorial da Resistência remonta celas ocupadas por prisioneiros políticos e informações sobre desaparecidos na época. Ao fim do passeio, provavelmente, um abraço será necessário. Incrivelmente sensível.

Onde: Largo General Osório, 66 – Santa Ifigênia, São Paulo.

Quanto: O ingresso da Pinacoteca garante o acesso gratuito.

 

10. Parque da Aclimação

Imóveis Notícias, https://imoveisnoticias.wordpress.com/2012/11/20/predio-de-sao-paulo-e-eleito-um-dos-dez-melhores-do-mundo/delux-todos-os-apartamentos-com-vista-parque-aclimacao/Imóveis Notícias

Você nunca imaginou que ao lado da Avenida Paulista haveria um lugar tão tranquilo. O Parque da Aclimação é praticamente uma versão menor do Ibirapuera, com o diferencial da tranquilidade. É irresistível reservar um tempo para observar o lago repleto de cisnes e a surpresa fica por conta de um jardim japonês.

Onde: Rua Muniz De Sousa, 1119 – Liberdade.

Quanto: De graça.

 

11. Parque do Carmo

Bom, Barato e Bacana, https://bombaratoebacana.wordpress.com/tag/parques/Bom

O segundo maior da cidade, o Parque do Carmo é a melhor opção para viajar no espaço, e em meio ao concreto desordenado da zona leste, encontrar refúgio em um bosque com 4 mil Cerejeiras-de-Okinawa e milhares de árvores da Mata Atlântica.

Esse é o rolê perfeito para quem mora na zona leste e não quer se locomover ou para quem não mora e quer conhecê-lo.

Onde: Avenida Afonso de Sampaio e Sousa, 3261 – Itaquera.

Quanto: De graça.

 

12. Sesc Pompeia

Metropolis Mag, http://www.metropolismag.com/Point-of-View/September-2013/Lina-Bo-Bardis-Personal-Modernism/?cparticle=4&siarticle=3Metropolis Mag

O mais charmoso dos SESCs na cidade possui atividades artísticas e esportivas a preços acessíveis. O visual incrível dos antigos galpões da fábrica de tambores e o arrojo do prédio projetado por Lina Bo Bardi servem de cenário perfeito para se deliciar no restaurante local que serve sopas, saladas e sanduíches a preços entre 5 e 20 reais.

Onde: Rua Clélia, 93, Pompeia.

Quanto: De graça.

 

13. Jardim Botânico

Help Chácaras, http://www.helpchacaras.com.br/tag/passeio-em-sao-paulo/Help Chácaras

Se o seu encontro precisa de natureza, mas você quer fugir dos grandes parques, a dica é o esquecido Jardim Botânico de São Paulo. Além das trilhas e jardins que reproduzem a vegetação de regiões específicas, o lugar possui um restaurante com deck onde você pode fazer aquela pausa para um almoço (por kg) ou fazer apenas um lanchinho.

Onde: Avenida Miguel Stéfano, 3031.

Quanto: Inteira R$ 3,00, Estudante R$ 1,00.

 

14. Trilhas de SP

Adamu Trekking, https://adamutrekking.wordpress.com/category/roteiro/page/2/Adamu Trekking

Quase ninguém sabe, mas quem tem espírito aventureiro já se ligou. Existem várias trilhas em espaços incrivelmente preservados em meio a essa selva de pedra.

Trilha do Silêncio, Trilha da Vida, Trilha do Poção e da Serra do Mar são alguns exemplos para impressionar com os tesouros naturais na megalópole, perfeito para quem gosta de aventura.

Onde: Informe-se aqui.

Quanto: Algumas são de graça, outras pagas.

 

15. Praça Roosevelt

Menino Lit, http://meninolit.blogspot.com.br/2015/06/saopaulo-os-5-lugares-favoritos.htmlMenino Lit

Um dos espaços urbanos mais ocupados da cidade, a Praça Roosevelt é frequentada por músicos, atores, skatistas, ciclistas, patinadores, ou seja, todo mundo lá!

E ainda é cercada por bares e teatros que podem surpreender você com uma programação que vai de jazz, passando pelo churrasquinho, até Nelson Rodrigues. Ou ficar de boas nas escadarias curtindo um som, que também é delicioso.

Onde: Praça Franklin Roosevelt, s/n – Consolação.

Quanto: De graça.

 

16. Minhocão

Spresso SP, http://spressosp.com.br/2015/07/07/minhocao-exclusivo-para-ciclistas-e-pedestres-a-partir-deste-sabado/Spresso SP

Fechado para carros aos sábados às 15h e reaberto na segunda às 06h, um monstro de concreto de 3,5 km está se transformando em um parque por conta da apropriação do espaço pelas pessoas.

Feiras de trocas, shows, peças de teatros em janelas de prédios, festas eletrônicas, churrascos e picnics entre amigos são apenas algumas das coisas que podem surpreendê-lo na extensão do “parque”.

Onde: Rua Amaral Gurgel, S/N – Vila Buarque.

Quanto: De graça.

 

17. CineSesc

Cine Bistrot, http://cinebistrot.com.br/experiencia-gastronomica-no-cinesesc/Cine Bistrot

Um cineminha é sempre uma boa pedida, mas o Cine Sesc é o melhor dos cinemas. Além da programação que traz filmes que você não encontra no shopping, a sala de exibição desse cinema possui em seu interior um bar que permite que você coma e beba um drink enquanto assiste um filme. É para seduzir qualquer cinéfilo.

Onde: Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César, São Paulo.

Quanto: R$ 8,00.

 

18. Galeria Olido

Sala de Cinema de SP, http://salasdecinemadesp.blogspot.com.br/2013/10/visita-extinta-cinelandia-paulistana.htmlSala de Cinema de SP

Você provavelmente já passou pela Galeria Olido, mas a ignorou. Uma das mais luxuosas galerias da antiguidade passou por uma reforma e abriga o Museu do Circo, uma sala de cinema e a Sala Olido, onde ocorrem espetáculos musicais e de dança. O diferencial? Aulas grátis de dança de salão todas as tardes.

Onde: Avenida São João, 473 – Centro, São Paulo.

Quanto: De graça ou no máximo R$ 1,00.

 

19. Mercadão

Mercadão SP, https://mercadaosp.wordpress.com/Mercadão SP

Um paraíso para os amantes de comida, o Mercado Municipal é o principal endereço para quem quer saborear um sanduíche de mortadela ou pastel de bacalhau.

Você vai caminhar pelo mercado guiado pelo paladar, olfato, tato, visão e audição. Perfeito para conhecer antigos lugares por um outro viés.

Onde: Rua da Cantareira, 306 – Centro.

Quanto: A comida custa entre R$ 5,00 e R$ 25,00.

 

20. Feira Kantuta

Chicken or Pasta, https://chickenorpasta.com.br/2014/as-boas-do-final-de-semana/Chicken or Pasta

São Paulo possui uma colônia gigantesca de imigrantes bolivianos e peruanos e, assim como a Liberdade está para os japoneses, a Kantuta está para eles.

Aos domingos, acontece uma feira nessa praça onde é possível experimentar a culinária andina, ouvir música típica e comprar ingredientes e artesanatos dos vizinhos. A paquera gosta de viajar? Surpreenda com a América Latina escondida em São Paulo.

Onde: Rua Pedro Vicente, S/N – Canindé.

Quanto: Almoço de R$ 10,00 a R$ 30,00.

 

21. Praça Benedito Calixto

Hey its Mi, http://heyitsmi.com.br/2013/09/06/praca-benedito-calixto/Hey its Mi

A Feira de Artes da Praça Benedito Calixto é a hora e o lugar dos descolados. Além da feira de antiguidades que se concentra na praça, ao redor há inúmeras opções para ouvir música boa, comprar um quadro grafitado, LP’s e fazer cursos gratuitos de artesanato… Por que não?

Onde: Praça Benedito Calixto, 158/162 – Pinheiros.

Quanto: De graça.

 

22. Feira de Antiguidades do Bixiga

E se esta Casa fosse Minha, http://www.eseestacasafosseminha.com/2013/02/feira-do-bixiga-e-shopping-das-artes.htmlE se esta Casa fosse Minha

O Bixiga é um dos bairros mais antigos de São Paulo e que conseguiu sobreviver após a especulação imobiliária. Visitar a feirinha de antiguidades da Praça Dom Orione é um mergulho nessa história.

Além de objetos pequenos, os amantes de design vão se impressionar com móveis de mais de um século. De brinde, vai uma deliciosa roda de samba de boteco do outro lado da rua com os casarões antigos de cenário. Vai no Bixiga pra ver…

Onde: Praça Dom Orione, s/n – Bela Vista.

Quanto: De graça a feira e o samba cobra R$ 5,00 o couvert artístico

 

23. Pedra Grande

Guia da Semana, http://www.guiadasemana.com.br/sao-paulo/turismo/estabelecimento/parque-estadual-serra-da-cantareiraGuia da Semana

Você não precisa estar em um prédio ou avião para ver São Paulo de cima, sabia? E o melhor, você pode estar em meio à natureza.

A Pedra Grande, que fica no Parque Estadual da Cantareira, possui uma trilha com um nível de dificuldade “eu te ajudo” e uma das vistas mais incríveis da cidade que pouca gente conhece. Você vai relaxar na natureza e curtir um visual incrível.

Onde: Rua do Horto, 1799 – Horto Florestal.

Quanto: R$12,00.

 

24. Missa de domingo do Mosteiro de São Bento

Triip, https://www.triip.me/brazil/sao-paulo/old-downtown-historical-tour-12937/Triip

Quase todo mundo já passou na frente do Mosteiro de São Bento, mas pouca gente sabe que aos domingos, às 10 da manhã, é realizada uma missa em latim acompanhada por um órgão à moda antiga e por um coral de monges.

É de encher os olhos, ouvidos, o coração e a alma. Uma ótima pedida para quem curte um rolê gospel ou para quem não tem religião, mas reconhece a beleza da tradição.

Onde: Largo de São Bento, S/N – Centro.

Quanto: De graça.

 

25. Memorial da América Latina

Wikiwand, http://www.wikiwand.com/pt/Memorial_da_Am%C3%A9rica_LatinaWikiwand

A babilônica construção de Oscar Niemeyer impressiona não apenas pela arquitetura incrível dos pavilhões, mas também pelas esculturas e exposições realizadas nesse espaço.

Além disso, o Memorial da América Latina é perfeito para fugir de multidões, para um encontro que pode acontecer em um dos shows que rolam por lá ou na feira de culinária latino-americana que ocorre aos finais de semana.

Onde: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda.

Quanto: De graça.

 

26. Parque Água Branca

Jundiaqui, http://www.jundiaqui.com.br/?p=6223Jundiaqui

E que tal um encontro caipira? No Parque da Água Branca isso é possível. Prepare-se para um picnic em clima rural em uma fazenda no centro de São Paulo, cercada de cavalos, gansos, galinhas, lagos com peixes, próximo a uma edificação de taipa (bambu e argila) onde pode estar acontecendo uma roda de viola se você tiver sorte.

Onde: Av. Francisco Matarazzo, 455 – Perdizes, São Paulo.

Quanto: De graça.

 

27. Casa das Rosas

Alma Paulista, http://www.almapaulista.com.br/casa-das-rosas-um-oasis-de-cultura-em-meio-ao-caos/Alma Paulista

A Casa das Rosas é um casarão antigo transformado em centro cultural. Recebeu esse nome em homenagem ao seu jardim que chamava atenção de quem passava pela Avenida Paulista em meados de 1900.

Exposições, leituras e saraus literários atraem os amantes da literatura, além de um café que fica escondido atrás da casa e é uma ótima opção para fugir do turbilhão da Avenida Paulista e abstrair com uma fatia de bolo.

Onde: Av. Paulista, 37 – Bela Vista.

Quanto: De Graça.

 

28. Ensaio da Vai-Vai

Thaugro, https://thaugro.com/2015/01/18/ensaio-escola-de-samba-vai-vai/Thaugro

Está certo que ensaio de escola de samba é empolgante, mas o ensaio de uma das mais tradicionais de São Paulo, a Vai-Vai, é uma experiência única.

Ao lado da Avenida 9 de Julho, as ruas são fechadas para receber a comunidade e a sua bateria. Para quem gosta de samba e de muvuca, esse é o lugar das quintas e domingos à noite.

Onde: Rua São Vicente, 276 – Bela Vista.

Quanto: R$ 20,00.

 

29. Museu da Cidade

São Paulo City, https://spcity.com.br/viagem-ao-seculo-xviii-conheca-solar-da-marquesa-santos/São Paulo City

O Museu da Cidade é um dos museus mais interessantes de SP. Sua sede fica no Solar da Marquesa de Santos, mas ele é composto por outros 11 prédios espalhados pela cidade, como a Casa do Grito, Sítio da Ressaca, a Casa Modernista e a Capela do Morumbi que buscam contar a história da cidade por meio da utilização do concreto.

Vale passar no Solar da Marquesa e pegar um mapa para começar essa jornada.

Onde: R. Roberto Símonsen, 136 – Centro, São Paulo.

Quanto: De graça.

 

30. Sarau Cooperifa

Homo Literatus, http://homoliteratus.com/a-escrita-criativa-como-espaco-de-formacao-do-aspirante/Homo Literatus

Um sarau literário criado em 2001 pelo poeta Sergio Vaz que voltou os olhos da imprensa e da academia para a periferia de São Paulo, mais precisamente para o bairro M’Boi Mirim.

Além de uma ótima oportunidade de prestigiar uma boa literatura, o Sarau da Cooperifa acontece no Bar do Zé Batidão toda quarta-feira das 19h às 23h. No cardápio, porções de petiscos e cerveja a preços mais que acessíveis.

Onde: Rua Bartolomeu dos Santos, 797 – Bar do Zé Batidão – Chácara Santana.

Quanto: De graça.

 

31. Museu da Imigração

Carina Pedro, http://www.carinapedro.com/2014/11/nova-exposicao-do-museu-da-imigracao-sp.htmlCarina Pedro

Um museu dedicado às pessoas que povoaram a cidade entre os séculos XIX e XX. O Museu da Imigração do Estado de São Paulo funciona em uma antiga hospedaria que recebeu 2,5 milhões de imigrantes de 70 nacionalidades diferentes durante 91 anos.

O local proporciona um mergulho na história da formação do Brasil e uma imersão nas culturas que formam a nossa identidade. Bom para galera de humanas entender o fenômeno antropológico migratório da cidade.

Onde: R. Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca.

Quanto: R$ 6,00 Inteira / R$ 3,00 Meia. (Grátis aos sábados)

 

32. Fundação Emma Klabin

Suplemento Cultural, http://suplementocultural.blogspot.com.br/2015/05/fundacao-ema-klabin-promove-visita.htmlSuplemento Cultural

Uma casa/museu de 900 m² que pertenceu a Emma Gordon Klabin, colecionadora e mecenas. Foi construída para abrigar mais de 1500 obras do mundo inteiro entre pinturas, mobiliário, peças arqueológicas e decorativas. A cereja do bolo é um jardim projetado por Burle Marx que recebe shows gratuitos nas sextas e nos sábados.

Onde: R. Portugal, 43 – Jardim Europa.

Quanto: Ingressos: Inteira R$10,00 ou R$5,00 para estudantes e terceira idade. Gratuito aos sábados e domingos.

 

33. Biblioteca Mario de Andrade

Guilherme Derrico, https://guilhermederrico.wordpress.com/2012/01/25/biblioteca-mario-de-andrade-e-a-segunda-maior-do-pais/Guilherme Derrico

A segunda maior biblioteca do Brasil impressiona não apenas pelo seu acervo, mas por sua arquitetura, em Art Decó. Além de livros, a Biblioteca Mario de Andrade possui inúmeras atividades gratuitas para os amantes da música, teatro e literatura, como shows, encontro com autores, peças e debates.

O destaque fica por conta do projeto Chorinho no Terraço que acontece aos sábados à tarde e tem entrada gratuita.

Onde: R. da Consolação, São Paulo.

Quanto: De graça.

 

34. Parque Represa Guarapiranga

Catraca Livre, https://catracalivre.com.br/sp/agenda/barato/pratique-stand-up-paddle-wakeboard-e-kaiak-no-guarapiranga-radical/Catraca Livre

Em São Paulo do Agreste existe água muito mais próximo do que você imagina. A Represa Guarapiranga, que fica no extremo sul da cidade, é um verdadeiro oásis com opções para todo mundo.

Prática de esportes aquáticos, passeios de barco, ioga, biblioteca ou um guarda-sol para chamar de seu e contemplar a paisagem são só algumas das opções. Se bater a larica, há vários restaurantes baratos, justos e caros. É tipo um parque aquático, mas é de graça e na beira de um rio.

Onde: Rua Doutor Caetano Petraglia Sobrinho, 41 – Jd. Guarapiranga.

Quanto: De Graça a represa, aluguel de equipamentos para esportes de R$ 15,00 a R$ 100,00.

 

35. Catavento Cultural

Prefeitura de São Paulo, http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/museu-catavento-inaugura-borboletario-neste-sabado/Prefeitura de São Paulo

O museu mais visitado de São Paulo possui 240 instalações sobre ciência e tecnologia, espalhados em 8.000 m² divididos em Universo, Vida, Engenho e Sociedade, tudo interativo.

É para enlouquecer qualquer nerd. É verdade que o espaço foi criado para crianças, mas é impossível que um adulto não se divirta por lá (e é permitido!). Você entra no museu por uma nave espacial e termina em uma bolha de sabão gigante, precisa dizer mais?

Onde: Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n – Brás.

Quanto: R$ 6,00 Inteira, R$ 3,00 Meia.

 

36. CEAGESP

Soluções e Transportes, http://www.solucoestransportes.com.br/blog/protesto-de-caminhoneiros-afeta-abastecimento-de-frutas-na-ceagesp/Soluções e Transportes

O maior centro atacadista de distribuição de alimentos da América Latina e 3º maior do mundo é conhecido, principalmente, pela venda de toneladas de peixes, verduras, flores, frutas e legumes em um hiper mega supermercado surreal.

Além disso, vários festivais gastronômicos são realizados no CEAGESP, como o de sopas e o de frutos do mar que atraem pessoas pela boa culinária a preços honestos.

Onde: Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946 – Vila Leopoldina.

Quanto: Entre R$ 15,00 e R$ 50,00.

 

37. Pateo do Collegio

Pateo do Collegeio, http://www.pateodocollegio.com.br/sys/principal/lo18.php?pag=;pateodocollegio;paginas;indexPateo do Collegeio

O local de fundação da cidade de São Paulo em 1554 pelo padre José de Anchieta é um dos templos que guardam a história do município e do Brasil.

Mas além do museu e da Biblioteca Padre Anchieta, o complexo abriga um café/restaurante com bela vista da zona norte da cidade e, além disso, recebe concertos de música erudita no projeto “Vem pro Pateo no Domingo”, entre outras atividades gratuitas.

Onde: Largo Pateo do Collegio, 2.

Quanto: Entre R$ 2,00 e R$ 8,00.

 

38. Praça das Artes

Brasil Arquitetura, http://brasilarquitetura.com/projetos/praca-das-artesBrasil Arquitetura

Um enorme complexo chama atenção pelo contraste arquitetônico entre seus vizinhos no Vale do Anhangabaú. A Praça das Artes foi criada para abrigar os corpos artísticos do Teatro Municipal, como a orquestra e o balé. Além disso, recebe inúmeros eventos de música e dança. Vale conhecer o lugar e curtir um espetáculo.

Onde: Avenida São João, 281 – Centro.

Quanto: De graça.

 

39. Parque da Juventude

Mulher e Beleza, http://www.mulherebeleza.com/parque-da-juventude-saiba-mais.htmlMulher e Beleza

A antiga área que abrigava o obscuro prédio do Carandiru foi transformada em um imenso parque que une literatura, cultura e esportes.

O Parque da Juventude possui a Biblioteca São Paulo, quadras poliesportivas, pista de corrida e áreas para animais de estimação, ou seja, possui opções para todos os gostos. Mas o destaque fica com os shows que são realizados no espaço, sempre com entrada gratuita. Consulte a agenda.

Onde: Av. Cruzeiro do Sul, 2630 – Carandiru.

Quanto: De graça.

 

40. Parque Trianon

Mídia São Paulo, https://midiasaopaulo.wordpress.com/2014/01/23/no-aniversario-de-sp-conheca-a-cidade-de-uma-forma-diferente/Mídia São Paulo

Um dos melhores locais para ficar de boas no centro de São Paulo, o Parque Trianon é uma reserva natural ao lado dos prédios gigantes da Avenida Paulista.

Composto basicamente de mata atlântica, o local possui uma variedade de borboletas e 25 espécies de pássaros. As grandes estrelas desse lugar são o silêncio e o oxigênio, além dos banquinhos de praça perfeitos para um encontro.

Onde: Rua Peixoto Gomide, 949 – Jardim Paulista.

Quanto: De graça.

 

41. Cripta da Catedral da Sé

São Paulo City, https://spcity.com.br/conheca-a-cripta-da-catedral-da-se/São Paulo City

Esse rolê é para os góticos. Quase todo mundo conhece a Catedral da Sé, nem que seja por fora, mas o que pouca gente sabe é que existe um tour que pode ser feito por áreas geralmente fechadas ao público. Incluem a cripta que se localiza embaixo do altar com 30 câmaras mortuárias das quais 16 estão ocupadas.

Onde: Praça da Sé.

Quanto: De graça, com agendamento prévio.

 

42. Cemitério da Consolação

Panoramio, http://www.panoramio.com/user/7355?photo_page=35Panoramio

O Cemitério da Consolação não é apenas o templo gótico que todos gostaríamos de passar a noite. Ele é praticamente uma galeria de arte a céu aberto.

Lá também existem várias personalidades enterradas, como Mario de Andrade, Tarsila do Amaral, Monteiro Lobato e Oswald de Andrade. Se você preferir, nas terças e sextas-feiras há uma visita guiada, às 9 e 14 horas.

Onde: R. da Consolação, 1660 – Consolação.

Quanto: De graça.

 

43. Pico do Jaraguá

Wikipedia, https://pt.wikipedia.org/wiki/Pico_do_Jaragu%C3%A1Wikipedia

O Pico do Jaraguá já foi a principal fonte de extração de ouro da cidade, mas hoje em dia pertence ao Parque Estadual do Jaraguá.

Para chegar ao mirante do ponto mais alto da cidade, os saudáveis podem andar 2 km e os sedentários irem de carro pela estrada turística. Além da vista com alcance de 55 km de São Paulo, junto ao mirante há lanchonetes em que você pode matar a larica com a vista da “Big San Paul”.

Onde: Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539 – Vila Chica Luisa.

Quanto: De graça.

 

44. Beco do Batman

Artrevimento, http://www.artrevimento.com.br/resenhas/artes-na-rua-o-grafite-e-suas-multiplas-facetas/Artrevimento

Um dos paraísos do grafite de SP, o Beco do Batman ganhou fama após ser o primeiro reduto de pichação da cidade. As pinturas são renovadas de tempos em tempos fazendo do beco uma galeria viva há 30 anos.

Onde: R. Gonçalo Afonso – Vila Madalena.

Quanto: De graça.

 

45. MIS e MuBE

Priscila Nicolielo, http://priscilanicolielo.com/category/cidade/#sthash.wqgWxsyC.dpbsPriscila Nicolielo

Os siameses Museu da Imagem e do Som e Museu Brasileiro da Escultura são ótimas pedidas para a galera. Reúnem artes plásticas, cinema e fotografia no mesmo passeio.

O MIS, que já recebeu, entre outras exposições, a de David Bowie e do Castelo Rá-tim-bum e o MuBE, que recebeu a Bienal do Grafitti e uma exposição de Fernando Botero, são a “meca dos descolados”.

Onde: Avenida Europa, 158, Jardim Europa.

Quanto: R$ 12,00 Inteira / R$ 6,00 Meia / Grátis nas terças.

 

46. Sogo Plaza Shopping

São Paulo para Curiosos, http://spcuriosos.com.br/galeria-no-bairro-da-liberdade-e-o-paraiso-dos-nerds/São Paulo para Curiosos

Sim, há um shopping nessa lista, mas o motivo é mais que especial. Não se trata de um simples shopping, mas da maior concentração de lojas de games, mangás, cards, camisetas e bonecos colecionáveis de animes japoneses.

Todos os bonecos que um nerd sonhou e nunca imaginou alcançar estão no Sogo Plaza Shopping. Naruto, Cavaleiros do Zodíaco, Final Fantasy, Astro Boy, One Piece, Pokemon… e sim, fica no bairro da Liberdade.

Onde: R. Galvão Bueno, 40 – Liberdade.

Quanto: Para entrar é de graça, mas você vai gastar o quanto tiver, acredite.

 

47. Cinemateca Brasileira

Guia da Semana, http://www.guiadasemana.com.br/all/evento/cinemateca-00-00-0000Guia da Semana

Um lugar que encanta cinéfilos desde a década de 40. A Cinemateca Brasileira nada mais é que um imenso arquivo de filmes longas e curtas, documentários e cinejornais que somam cerca de 200 mil rolos no acervo, guardados em um ex-matadouro de beleza cinematográfica.

As sessões de filmes acontecem diariamente e o local ainda possui livros, fotos, roteiros originais e revistas que contam a história do cinema.

Onde: Largo Sen. Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino.

Quanto: De graça, inclusive as sessões de cinema.

 

48. Rolê de bike

Brasil Post, http://www.brasilpost.com.br/2015/06/28/prefeitura-abre-ciclovia-_n_7681034.htmlBrasil Post

O Ibirapuera e o Parque Villa Lobos são os melhores lugares para se andar de bike em São Paulo, certo? Errado.

Com a implementação das ciclovias, a área central da cidade está toda interligada por faixas exclusivas para ciclistas, o que resulta em um rolê imperdível para quem ama pedalar. A dica é uma volta pelo baixo-centro que passa pelos principais pontos turísticos da cidade.

Onde: Por aí.

Quanto: De graça.

 

49. Avenida Paulista

Fotos Públicas, http://fotospublicas.com/vista-aerea-avenida-paulista-em-sao-paulo/Fotos Públicas

A avenida mais famosa da cidade não poderia ficar de fora dessa lista. Existem inúmeros museus, cinemas, teatros, livrarias e bares na Paulista, mas sem dúvida o que há de mais legal são os artistas de rua.

De Michael Jackson a contorcionistas, de palhaços a saxofonistas, esses artistas povoam a avenida e mudam a sua cara todos os domingos, quando ela é fechada para carros. Vale dar uma conferida.

Onde: Em todo comprimento da avenida.

Quanto: Leve bastante moedas. Artistas de rua também pagam contas.

 

50. Parque do Ibirapuera

Prefeitura de São Paulo, http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/parques/regiao_sul/index.php?p=14062Prefeitura de São Paulo

O Parque do Ibirapuera não poderia ficar fora por motivo de quantidade de opções. Para os deboístas, o Bosque da Leitura; para patinadores, a ciclovia; para galera de humanas, o museu Afro-Brasil; para os hispters, o Auditório Ibirapuera; para os nerds, encontro de cosplay na Serralheria e o Planetário; para os ecologistas…

Está em dúvida? Vai para o Ibira que com certeza algo irá surpreendê-lo.

Onde: Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo – SP.

Quanto: Quase tudo de graça.



Destaques do Alô, Alô? Testando!

25.765
Clique no "joinha" para bombar este post!
15
0
0
Gaúcho paulistano. Colorado de nascimento, formado em mundanidades e viciado em inutilidades. Tarado por informação, literatura e churrasco. Roteirista, jornalista e ex-produtor de Hermes e Renato que gosta de estudar e de batata. Só mais um entre tantos meninos perdidos.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade