publicidade

Estudo científico ensina como fazer alguém se apaixonar por você

Questionário infalível promete criar laços entre você e aquela pessoa.

Redação - SOS Solteiros - Publicado: 27/01/2015 12:00 | Atualizado: 24/04/2015 22:19
14.944
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
1
0
publicidade

É o amor, que mexe com a nossa cabeça e nos deixa assim…

21

Quem nunca?

Mas pior que cair de amores, é não ser correspondido.

publicidade

A escritora e professora Mandy Le Catron colecionou algumas histórias frustrantes e por isso resolveu experimentar um método diferente para ser correspondida em um romance, e deu certo! O estudo foi divulgado no The New York Times.

publicidade

Mandy chamou um conhecido pra mesa de bar e juntos reproduziram um outro estudo feito há alguns anos atrás, pelo psicólogo Arthur Aron da Universidade de Toronto.

O Estudo

Analisaram se pessoas desconhecidas poderiam estabelecer vínculos em apenas alguns minutos, para então se apaixonarem, tudo em laboratório. O amor de uma forma racional, sem qualquer ajuda da luz do luar ou buquê de flores.

Aron aplicou 36 questões sobre diversos assuntos entre duplas participantes, tudo isso em um questionário com tempo de 45 minutos. Ao final do teste, concluiu-se que houve um aumento significativo no grau de intimidade entre os participantes, evidenciando afinidades e pontos em comum.

tumblr_m81r7nrpqk1rbvowbo1_500

– Quer torta?
– Você quer Cheetos?

E continua…

Depois de fazerem todas as perguntas, e debaterem sobre as respostas, os possíveis pombinhos deviam se encarar olho no olho por 4 minutos, sem interrupções, com a finalidade de consolidar a impressão que tiveram e decidir se teriam vontade de se encontrar novamente ou não. Esquisito, né? A Mandy também achou.

Voltando a nossa personagem

A história foi um pouco diferente, pois aplicou o teste em um bar e com um conhecido de faculdade, mas o resultado continuou sendo positivo.

A escritora disse que jogou limpo com seu objeto de estudo, avisou ao amigo que iria testar o poder do questionário e ele topou, evidentemente. Depois das 36 perguntas, que demorou mais tempo do que os 45 minutos do estudo original, Mandy relatou que houve uma conexão entre eles. Mesmo após o constrangimento em encará-lo por 4 minutos.

Segundo relato da própria, o amor não aconteceu para eles depois disso. Calma, eles ficaram juntos, mas foi por escolha própria. O estudo teve sim uma grande importância, pois fez com que estreitassem a relação.

Para você que está a fim de conhecer melhor aquela pessoa, e ver se tem alguma afinidade…

Anota aí o questionário:

1. Se pudesse escolher qualquer pessoa no mundo, quem você convidaria para jantar?
2. Gostaria de ser famoso? Como?
3. Antes de fazer uma ligação, você ensaia o que vai dizer? Por quê?
4. O que seria um dia perfeito para você?
5. Quando foi a última vez que você cantou para si? E para outra pessoa?
6. Se você pudesse viver até os 90 anos com ou a mente ou o corpo de alguém de 30 anos, qual das duas opções você escolheria?
7. Você tem uma intuição secreta sobre como morrerá?
8. Fale três coisas que você e seu parceiro têm em comum
9. Pelo que em sua vida você sente mais gratidão?
10. Se pudesse mudar alguma coisa no modo como foi criado, o que seria?
11. Use quatro minutos para contar a seu parceiro sua história de vida com o máximo de detalhes possíveis
12. Se você pudesse acordar amanhã e ganhar qualquer qualidade ou habilidade, qual seria ela?
13. Se uma bola de cristal pudesse contar a verdade sobre você, sobre sua vida, sobre o futuro ou sobre qualquer outra coisa, o que você gostaria de saber?
14. Há algo que você sonha em fazer há muito tempo? Por que ainda não fez?
15. Qual é a maior realização de sua vida?
16. O que você mais valoriza em uma amizade?
17. Qual é a sua memória mais querida?
18. Qual é a sua memória mais terrível?
19. Se você soubesse que vai morrer de repente, em um ano, você mudaria algo no modo como vive hoje? Por quê?
20. O que a amizade significa para você?
21. Qual o papel que amor e afeto têm em sua vida?
22. Em turnos, divida algo que você considera uma característica positiva de seu parceiro. Compartilhem um total de cinco itens.
23. O quão próxima e carinhosa é sua família? Sente que sua infância foi mais feliz que a de outras pessoas?
24. Como você se sente sobre sua relação com sua mãe?
25. Faça três frases afirmações verdadeiras sobre “nós”. Por exemplo: “Nós dois estamos nessa sala sentindo…”
26. Complete a frase: “Eu desejaria ter alguém com quem eu pudesse dividir…”
27. Se você se tornasse um amigo próximo de seu parceiro, por favor compartilhe o que seria importante que ele ou ela saiba.
28. Diga a seu parceiro o que você gosta nele; seja bem honesto dessa vez, dizendo coisas que você não diria a alguém que acabou de conhecer.
29. Divida com seu parceiro um momento embaraçoso de sua vida
30. Quando foi a última vez que chorou na frente de alguém? E sozinho?
31. Diga a seu parceiro algo que você já gosta nele.
32. O que, de todas as opções possíveis, é muito sério para que se faça piada?
33. Se você fosse morrer esta noite sem ter a oportunidade de se comunicar, o que você mais se arrependeria de não ter falado a alguém? Por que você ainda não disse?
34. Sua casa, que contém tudo o que possui, pega fogo. Depois de salvar quem você ama e seus animais de estimação, você pode salvar um último item. O que seria? Por quê?
35. De todas as pessoas em sua família, que morte você consideraria mais perturbadora? Por quê?
36. Divida um problema pessoal e peça um conselho a seu parceiro de como você deveria agir. Também peça a seu parceiro que lhe conte como você parece estar se sentido sobre o problema que compartilhou.

– Boa Sorte!

 

Imagem de capa: startmarriageright

Fonte: nytimes |veja | psychologytoday



Destaques do Alô, Alô? Testando!

14.944
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
1
0
O seu almanaque pra vida. Através de uma linguagem jovem, descontraída e um forte apelo sexual, ajuda solteiros (e muitos casados) na grande jornada da epopéia doméstica, além das sugestões pra vida, livrando-os das mais diversas confusões e apuros que cachorro nenhum botaria defeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade