publicidade
Essa foi quente!

Essa “piranha” pode ser a solução para quem odeia recolher cocô de cachorro

Digamos que ela faz todo o trabalho sujo.

Gabriela Roman - Publicado: 16/12/2016 11:00 | Atualizado: 16/12/2016 11:14
28
Clique no "joinha" para bombar este post!
25
1
0
publicidade

Limpar o cocô do cachorro é tanta chateação que até já falamos aqui sobre o Pootrap, um produto que recolhe as necessidades do dog antes mesmo delas caírem no chão.

Eis que o israelense Re’em Hazn criou o Piqapoo (brincadeira com pick a poo, “pegue o cocô” em inglês), uma versão similar do Pootrap, mas aparentemente mais simples de usar.

O produto é um prendedor de plástico, bem parecido com aquelas “piranhas de cabelo“, mas com pequenas almofadas de silicone em sua parte interna. Basta fixar o saquinho (vendido separadamente) nessa “piranha” e prendê-la na base do rabo do cão, posicionando-os bem na frente da “porta de saída” do animal.

Assim, as necessidades do catioro caem diretamente nesse saquinho. Aí basta você retirar o prendedor do rabo dele e se desfazer das “provas do crime”. Nos comentários do vídeo do produto publicado pela página do Facebook Virtual Thread muitas pessoas acharam humilhante e desconfortável para o cachorro e não aprovaram o projeto.

publicidade

Porém, segundo o vídeo de divulgação, os criadores afirmam que ele foi desenvolvido para não causar incômodo nenhum ao animal. O produto custa U$24, cerca de R$81. Os saquinhos custam U$15, cerca de R$50, com 60 unidades, aqui. Veja o vídeo (em inglês):

publicidade

Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=AWU4uaI3iS0
Youtube
Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=AWU4uaI3iS0
Youtube
Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=AWU4uaI3iS0
Youtube
Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=AWU4uaI3iS0Youtube

Fonte(s): Facebook, Kickstarter


Destaques do Alô, Alô? Testando!

28
Clique no "joinha" para bombar este post!
25
1
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Tá na rede!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade