publicidade

Ketchup é a pior coisa que você poderia comer, revela especialista

Nas palavras dela, é ‘puro lixo’.

Juliane Romanini - Publicado: 09/02/2017 12:09 | Atualizado: 09/02/2017 12:18
2.201
Clique no "joinha" para bombar este post!
2193
0
0
publicidade

Colocar ketchup no sanduíche, na batata frita ou – se você for maluco carioca ou mineiro – na pizza, pode ser uma boa pedida.

Porém, o famoso molho adocicado à base de tomate pode ser considerado “o alimento mais falsiane de todos”. Uma especialista expôs nas redes sociais todos os podres do condimento, resultado: o ketchup não é tão “de boas” quanto aparenta.

Segundo Meredith Heil, redatora especializada em gastronomia do site Thrillist, o molho é a pior coisa que a gente poderia comer. Nas palavras dela, é “puro lixo“.

Heil afirma que é possível estragar todos os incríveis sabores de uma comida incluindo ketchup no prato. Pode isso, produção?

publicidade

Amado no prato, odiado na cozinha

Hambúrguer artesanal e fast food com o mesmo gosto? De acordo com a escritora, colocando o “molho trash”, o sabor dos sanduíches será o mesmo. O molho irá roubar todo e qualquer gostinho mais delicado presente ali.

publicidade

A profissional ainda revela que o ketchup é o maior pesadelo de qualquer chef de cozinha, afinal, vai bagunçar e desarmonizar todos os sabores pensados para aquele prato.

E tem mais, existe inclusive uma associação do cachorro quente  cujo objetivo é promover o famoso “dogão” através de estudos, pesquisas e curiosidades – que considera um verdadeiro sacrilégio adicionar ketchup ao sanduíche.

Chicago Tribune, http://www.chicagotribune.com/dining/ct-chicago-ketchup-hot-dog-20150714-story.htmlChicago Tribune

Os males à saúde

Segundo a publicação da especialista, uma colher de ketchup tem em média 167mg de sódio. Mas isso não é quase nada comparado a quantidade de açúcar, de acordo com o site especializado Hungry for Change, cada colher do molho possui cerca de 4 gramas desse carboidrato adocicado.

E como isso vai impactar na sua vida? Vamos ser honestos, ninguém come apenas uma colher. Este pequeno detalhe, segundo a profissional, é o grande perigo do ketchup.

Segundo matéria do UOL, o excesso de açúcar no organismo é capaz de alterar os genes no cérebro e isso pode causar doenças como depressão e até Parkinson.

Quer mais? Se prepare para ter uma pele ruim, descontrole psicológico e imunidade muito baixa – sem contar que diabetes é a doença que mais mata no mundo.

E você não precisa ser nenhuma Gabriela Pugliesi pra saber que consumir muito açúcar vai te dar uma pochetinha de presente, né?

Science Channel, https://www.youtube.com/watch?v=BfX9Q871P2Q
Science Channel

E quanto ao sódio, ele é o vilão contra o qual seu corpo precisa lutar todos os dias.

Atualmente a população consome altos níveis do elemento, por culpa dos industrializados, e isso pode resultar em problemas no coração, retenção de água e doenças nos ossos. Tudo isso foi comprovado por uma pesquisa feita pela Harvard.

Ou seja, para a especialista, o ketchup é o grande vilão da lanchonete (e da nossa vida) pois além de conter essas substâncias em abundância – coisa que muitos outros alimentos também possuem – a gente tende a consumi-lo em maiores quantidades.

Já parou para pensar em quantas colheres de ketchup você coloca naquela esfiha amanhecida?

Então vamos caprichar na mostarda e maionese, né?

Calma jovens, ninguém aqui está defendendo a mostarda e a maionese. Porém, segundo Meredith, o molho de tomate industrializado é bem pior.

De acordo com site especializado Food Network, o alimento até poderia ser saudável se consumido com moderação, pois diferentemente da maionese, por exemplo, ele não contém gorduras e ainda possuiria as vitaminas provenientes do tomate.

Porém, tudo isso vai por água abaixo já que o site Steth News comprovou que todos os bons nutrientes da fruta se perdem no processo de fabricação do molho.

Heil valida essa afirmação ao declarar que a fruta é o ingrediente menos presente no ketchup e dá lugar a vilões como o amido de milho, com alto nível de frutose, ou seja, mais açúcar.

Fonte(s): Thrillist, UOL, Hungry for Change, Food Network, Steth News
Imagem de capa: Philly mag


Destaques do Alô, Alô? Testando!

2.201
Clique no "joinha" para bombar este post!
2193
0
0
É escrevendo que ela conhece o mundo, mas nas horas vagas também desvenda os mistérios nos milhares de livros que lê. Tem um inventário tremendo de bandas pouco conhecidas na cabeça. Sabe falar netfliquês fluentemente <3
publicidade

Tá na rede!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade