publicidade

Deboísmo: a nova filosofia de vida que a internet adotou

Com o único objetivo de transformar o mundo num lugar “de boas” para se viver.

Olavo Barros - Publicado: 26/08/2015 12:07 | Atualizado: 26/08/2015 12:42
14.710
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
publicidade

Você já reparou como, de uns tempos pra cá, um discurso raivoso tem tomado as ruas?

Suspeitos amarrados em postes e linchados no Brasil, atentados terroristas na França e em outros países da Europa, falta de respeito entre opiniões políticas, violência contra mulher e a população LGBT…

Na internet, não é diferente: já aconteceu de você se manifestar nas redes sociais e vir alguém querendo impor outro ponto de vista? Reconhece que também precisa pegar mais leve com as diferenças? Já teve vontade de mandar todo mundo simplesmente ficar “de boas”?

sossolteiros_deboismo_1

publicidade

Deboísmo

publicidade

Se a resposta for sim pra uma ou mais dessas perguntas, você acaba de encontrar sua filosofia de vida: o Deboísmo.

O perfil no Facebook, criado há dois meses pelo casal de Goiânia, Carlos Abelardo e Laryssa de Freitas, tem um objetivo complicado, mas muito bacana: transformar o mundo – e principalmente a internet – num lugar “de boas” para se viver.

Propagar o respeito à opinião alheia, amor ao próximo e boa convivência entre as pessoas é exatamente o que os jovens de apenas 19 e 17 anos pretendem ao difundir uma filosofia que, até o fechamento dessa matéria, conta com cerca de 229 mil seguidores apenas no Facebook – com discípulos agilizando encontro deboísta e tudo mais.

sossolteiros_deboismo_2

Deboísmo

Ao repararem que os debates dentro e fora das redes sociais estavam cada vez mais acalorados e desrespeitosos por motivos que vão desde divergências políticas a opiniões conflitantes em assuntos polêmicos – do “bandido bom é bandido morto” à polêmica questão do casamento homossexual, por exemplo -, Carlos e Laryssa optaram pela paz.

“Não é não lutar, não debater. Ser ‘de boas’ é ter opinião e saber respeitar o próximo, sem desmerecê-lo”

Palavras de Carlos. Para eles, o Deboísmo ressoa como um “grito de socorro” em meio a toda violência ao se manifestar, que se dissemina dentro e fora da rede.

Embasados no Humanismo Secular (doutrina filosófica que abraça a razão e a ética) e nas ideias do astrofísico, cosmólogo e escritor Carl Sagan, o Deboísmo não pretende se impor como “o detentor da verdade”, mas sim promover a reflexão e a crítica. Carlos explica:

“Expandir um pouco a mente, nos fazer pensar sobre os discursos que reproduzimos e tentar conviver em harmonia. Isso é ser ‘de boas’”

“Existe hoje uma radicalização. O ódio traz um discurso de garra, força, e, como as pessoas não se sentem representadas pela política, acabam abraçando esse discurso sem pensar muito bem nele. Isso serve também no caso dos fundamentalistas religiosos”, opina Laryssa, que se considera uma deboísta nata.

sossolteiros_deboismo_3

Deboísmo

Por meio de memes hilários, que vão da crítica política às referências pop, Carlos e Laryssa evangelizam seus seguidores de forma leve, divertida e, como não poderia deixar de ser, “de boas”. O simpático bicho-preguiça, protagonista da página, foi inspirado em outra fanpage com essa temática, o Feminismo Deboísta.

E olha só: eles pretendem até transformar o Deboísmo oficialmente em religião. “Se filosofias como o Pastafarianismo [que cultua o “Monstro do Espaguete Voador”] puderam se tornar religiões, porque o Deboísmo não pode?”, ironiza Carlos.

Veja alguns memes da página Deboísmo:

– Gostou dessa ideia? Então deixa um comentário bem “de boas” aí pra gente.

 



Destaques do Alô, Alô? Testando!

14.710
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
Jornalista, aspirante a roteirista, cinéfilo, LGBT, andreense e palmeirense. Entre uma rapidinha e outra, escrevo. Ah, pode me chamar de Costela que eu atendo.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade