publicidade
Essa foi quente!

Cinema por R$2,00: Serviço mensal por aplicativo barateia a bilheteria de filmes

O pacote inclui um filme por dia, incluindo lançamentos.

Gabriela Roman - Publicado: 19/04/2017 10:51 | Atualizado: 19/04/2017 11:04
301
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

A cada dia, parece que o cinema encarece mais. Por isso, alternativas como a Netflix estão em alta. Mas que dá aquela vontadezinha de comer pipoca e ver um filme na telona como nos velhos tempos, dá.

Mas criaram um serviço que pode dar aquele empurrãozinho para voltarmos a ver filmes como ninguém. O Primepass é um ingresso mensal para o cinema.

Pagando uma mensalidade fixa, é possível ver um filme por dia. Basta baixar o aplicativo do serviço (iOS e Android), verificar as salas de cinema mais próximas e escolher o filme. O ingresso chega pelo app, mas também é possível retirá-lo na bilheteria. Infelizmente, não é possível escolher o assento.

O Primepass conta com três planos mensais distintos, mas o preço depende do endereço do usuário. A categoria básica, válida de segunda a quarta, custa a partir de R$39,90, já a padrão, que inclui idas todos os dias da semana, sai a partir R$59,90. Ou seja, se você for todos os dias, cada sessão sai por cerca de R$2.

publicidade

No entanto, pesquisamos diversos endereços no site na empresa e apenas na cidade baiana Feira de Santana o serviço tinha o valor anunciado. Em todas as outras cidades pesquisadas o Primepass padrão variou de R$80 a R$110. Já o passe VIP, que inclui salas dessa categoria e IMAX, é anunciado a partir de R$139,90 por mês.

publicidade

O Primepass vale no Brasil todo em redes como Cinemark, Cinépolis, Cinearte, Kinoplex, Itaú Cinemas, Playarte e UCI e inclui mais de 2500 salas.

primepass

Fonte(s): Exame, Catraca Livre
Imagem de capa: Montagem: divulgação - Primepass


Destaques do Alô, Alô? Testando!

301
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade