publicidade

Como é o Cachorro-Quente em cada canto do Brasil

Já imaginou comer um hot-dog com abóbora, pimenta, rapadura ou chocolate?

Cinthia Prado - Publicado: 23/09/2015 16:49 | Atualizado: 23/09/2015 16:49
9.659
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
publicidade

Já imaginou comer um hot-dog com abóbora, pimenta, rapadura ou chocolate? Tudo isso é possível percorrendo os estados do nosso país.

Quando bate aquela fome e, ao mesmo tempo, a preguiça de fazer um rango, nada melhor do que ir no tiozinho do dogão e pedir um bem caprichado, não é mesmo? Pelos quatro cantos do Brasil esse lanchinho rápido, de origem alemã e popular na cultura americana, é a paixão dos brasileiros e arranca sorrisos lambuzados por aí.

Conheça agora os tipos de cachorro quente que alimentam a galera por todo o país. Afinal, gosto é que nem cultura, cada um tem a sua!

***

1. Bahia

bahia_Hot Dog 1

publicidade

Oxente! Azeite de dendê com um bocado de abóbora vai bem? Vai! Em alguns lugares da Bahia é natural achar o hot-dog com esses ingredientes.

publicidade

gshow

2. Distrito Federal

DF_hotdog_sossolteiros

Esse é o lugar para quem ama queijo, bacon ou um tempero picante. Mais especificamente em Brasília, a população é apaixonada pela pasta de alho, também presente na receita de seus famosos cachorros-quentes.

servegana

3. Manaus

manaus_hotdog_sossolteiros

Que cachorro-quente que nada! Em Manaus o nome dessa iguaria é Kikão. É possível encontrá-lo com ingredientes bem naturais, como cenoura e repolho.

youtube

4. Minas Gerais

minas_hotdog_sossolteiros

De um “jeitim” bem típico, o cachorro-quente ganha versões com rapadura, bacon, milho, pimenta biquinho em conserva e pimentão verde.

gshow

5. Pará

para_hotdog_sossolteiros

Um molho especial, feito com tucupi (líquido extraído da mandioca) e folhas de jambú (erva típica da região) dão um toque especial ao sanduíche.

revistapepper

6. Paraná

parana_hotdog_sossolteiros

Mistura louca, saborosa e que ganhou o coração dos paranaenses. Feito com queijo, morango, chocolate, leite condensado e sem salsicha, né? É de dar água na boca! Mas existem versões menos exóticas e mais gourmet, com linguiças especiais e opções veganas.

bemparana

7. Paraíba (e alguns lugares do nordeste)

Veja Comer & Beber Belém 2013

Se você tem o costume de pedir cachorro-quente ou hot dog achando que os dois são a mesma coisa, fique atento. Nessas regiões do país eles são sanduíches diferentes. Isso porque o hot dog é servido com salsicha, assim como o tradicional, mas o cachorro-quente é composto por carne moída.

vejabrasil

8. Região norte (alguns lugares)

norte_hotdog_sossolteiros

Pode-se chamar também de x-caboquinho, e possui ingredientes como o tucumã (fruto dado na palmeira da Amazônia) e pode ter queijo coalho e até lascas de coquinho.

casadapamonha

9. Rio de janeiro

rio_hotdog_sossolteiros

Um pouco exótico para alguns, delicioso para outros. Os cariocas aderiram a uva passa e ovo de codorna em suas receitas, mas, dependendo do lugar, você ainda pode encontrar azeitonas e calabresa grelhada.

universo.ufes

10. Rio Grande do Sul

RS_hotdog_sossolteiros

E não paramos por aí não com as diversidades desse Brasil. Os gaúchos, tchê, herdaram dos alemães o costume de inserir chucrute (conserva de repolho fermentada) no preparo dessa rápida refeição.

alfanumerico

11. São José do Rio Preto

saojose_hotdog_sossolteiros

Frango desfiado, carne moída com molho de tomate, bacon e até salada de alface são comuns no preparo do hot dog.

revistapepper

12. São Paulo

super-hot-dog-26

E para fechar, eu quero com (muito) purê! Os paulistanos são amantes de batata, e claro, no cachorro-quente não podia faltar! Nos food trucks, barracas dos tiozinhos e até os feitos em casa costumam levar o saboroso purê de batatas em sua preparação.

batataepepino

– Faltou algum? Comenta ae!

Fontes: Buzzfeed | Youtube | Correiobraziliense | G1 | Gshow | Receitasmineira | Culinariaehistoria   | Tudogostoso | Ig



Destaques do Alô, Alô? Testando!

9.659
Clique no "joinha" para bombar este post!
0
0
0
Uma comunicóloga nata, graduada em jornalismo, que tem prazer em escrever e uma curiosidade aflorada sobre o mundo e as pessoas.
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade