publicidade

Essa carne é 100% frango mas nenhum animal morreu para ela ficar pronta

A carne é feita a partir das células animais.

Gabriela Roman - Publicado: 24/03/2017 12:15 | Atualizado: 24/03/2017 12:34
924
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

Segundo pesquisa do IBOPE de 2012, 8% da população brasileira era vegetariana e, ao que parece, esse número está crescendo. Os motivos para se tornar vegetariano são muitos, desde preocupação com o meio ambiente, com a saúde até ter dó dos animaizinhos.

A Memphis Meat, uma startup americana, colocou na mesa um filé de frango empanado feito inteiramente em laboratório, a partir de células retiradas do animal.

Memphis Meats, http://www.memphismeats.com/presskit/Memphis Meats

Como o frango é feito no laboratório?

Segundo o vídeo da Memphis Meats, a startup produz as carnes retirando células dos animais. As células com capacidade de se auto renovar são identificadas e recebem os mesmos nutrientes que os animais necessitam para crescer.

Memphis Meats, http://www.memphismeats.com/presskit/Memphis Meats

Essas células se desenvolvem em tanques biorreatores, convertendo-se em músculo que pode ser “colhido” depois de 9 a 21 dias, de acordo com matéria do Valor Econômico. A empresa terá, no futuro, visita aberta para o público conhecer onde são feitas as carnes.

publicidade

Pessoas convidadas para provar o alimento disseram ao Wall Street Journal, “o produto tem gosto de frango”. Além do frango empanado e frito, foi servido também pato ao molho de laranja.

publicidade
Memphis Meats, http://www.memphismeats.com/presskit/Memphis Meats

– Pato ao molho de laranja

Também mostraram receitas com carne de gado feita em laboratório, uma almôndega já havia sido criada pela equipe anteriormente.

Apesar de ser quase tudo perfeito, ainda está sendo criado um soro à base de plantas para desenvolver as carnes. Atualmente, a solução necessária para iniciar o processo de cultivação é um soro fetal retirado de bezerros e galinhas não nascidos, de acordo com o Business Insider.

Memphis Meats, http://www.memphismeats.com/presskit/Memphis Meats

– Almôndega de gado feita pelo Memphis Meats

Quando poderemos comprar?

Infelizmente, meio quilo de carne de frango produzida pela Memphis Meats custa, pelo menos, U$9 mil, cerca de R$28 mil. Espera-se que esse custo abaixe cada vez mais e que as carnes da startup estejam disponíveis nos mercados em 2021.

Memphis Meats, http://www.memphismeats.com/presskit/Memphis Meats

– Frango frito feito em laboratório

Por que isso é importante?

Nos Estados Unidos, uma família de quatro pessoas que tenha dois carros e coma carne, emite mais gases de efeito estufa por conta da produção do alimento do que por usar os dois veículos. De acordo com a BBC, a pecuária é responsável pela maior parte de todas as emissões de gases do efeito estufa geradas pela produção de alimentos (25 a 30% do total).

Marco Springmann, pesquisador do programa Future of Food, diz que se o mundo todo virasse vegetariano até 2050, as emissões desse gás ligadas à produção de alimento cairiam 60%.

A pecuária ocupa 68% dos 5 bilhões de hectares utilizados para a produção de alimentos. Se ninguém consumisse carne, essas áreas poderiam ser reflorestadas, aumentando a absorção de carbono e dando uma trégua para as mudanças climáticas. Não é preciso nem citar os animais que não seriam confinados e teriam uma vida mais digna.

Grupo Atallah, http://www.grupoatallah.com.br/pecuariaGrupo Atallah

Além disso, a taxa de mortalidade mundial cairia de 6% a 10%, resultante de diminuição do diabetes, doenças cardíacas, derrame e alguns tipo de câncer, tanto por conta da redução de calorias como por causa do aumento da ingestão de legumes e verduras na alimentação.

Fonte(s): Exame, Youtube, Memphis Meats, Valor Econômico, Business Insider, BBC, Eater, Sociedade Vegetariana Brasileira, Newsweek


Destaques do Alô, Alô? Testando!

924
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade