publicidade

Animais em casa: Dicas preciosas para mantê-la sempre limpa

Convivência animal no incrível mundo da limpeza doméstica, é possível sim!

Raquel Godoy - Publicado: 07/04/2015 12:32 | Atualizado: 07/04/2015 13:02
11.152
Clique no "joinha" para bombar este post!
3
0
0
publicidade

Ter pet em casa é uma alegria para qualquer solteiro, ver alguém feliz em te receber quando chega em casa não tem preço.

funny-cat-ignore-a-girl

Na verdade tem preço sim! A gente não pode esquecer que apesar da vontade de apertar, e abraçar e amar, o animalzinho pode ter voltado sujo da rua. Por isso, antes de colocá-lo no colo, no sofá ou na cama é importante lembrar que ele não é o ser mais limpinho do universo.

Além da sujeira do passeio, seu melhor amigo peludo pode deixar muito pelo pela casa, ser babão, ou não ter aprendido a ‘usar o banheiro’ corretamente, isso tudo pode dificultar a limpeza completa da casa.

publicidade

Mas não precisa ficar neurótico e nem desanimar, manter seus filhos de quatro patas por perto não precisa ser o fim do mundo. Veja as dicas que separamos para uma boa convivência do animal no incrível mundo da limpeza doméstica.

publicidade

***

1. Dormir juntinho? Cuidado!

Uma pesquisa feita em 2010 pela Comissão de Animais de Companhia do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal, afirma que 55% dos cachorros dormem dentro de casa e 23% têm o privilégio ainda maior, que é dividir a cama com seu humano, e aí que pode morar o perigo.

Outra pesquisa, feita na Universidade da Califórnia (EUA), revela que cães e gatos podem transmitir mais de 100 doenças para os humanos, entre elas, a bactéria MRSA. A solução indicada pelos estudiosos, para quem faz questão de dividir a cama com animais, é cuidar da saúde dos bichinhos, mantendo-os sempre saudáveis e limpos, como por exemplo, levá-los ao veterinário e pet shop com frequência.

Claro que isso serve apenas com um alerta, sabemos quanto dormir com nosso amiguinho é relaxante…

dormir-com-animais

 

2. Pelos, por que tê-los?!

Sofás, camas, cadeiras tapetes e tudo mais que puder ficar sujo, vai ficar! Nesse caso manter o bichinho tosado e bem escovado sempre que possível, é uma boa, assim você diminui a queda.

Mas se o pelo já está no chão (na parede, no teto e na sua alma) evite varrer para que não voe tudo pela casa, nesse caso aspirar é o melhor caminho, outra solução é contar com os rolinhos adesivos que limpam tanto móveis, quanto roupas. Para o carpete, aposte no rodinho de pia.

rodinho-limpeza-carpete

Mas a melhor dica de todas é usar luvas de borracha, é muito simples reunir todo o pelo de qualquer superfície, inclusive no próprio animal, você vai conseguir fazer uma bolinha com todos os pelos de uma vez. Se liga:

 

3. Contra cheirinhos desagradáveis

Quem convive 24 por horas com o animal, acaba se acostumado e não percebe, mas acredite: suas visitas, amigos e todos os paqueras que você leva pra casa sentem o cheirinho característico de pet no ar!

Para cuidar do odor vindo de ‘acidentes’ das necessidades feitas fora do lugar, o ideal é secar a área sem esfregar. Em seguida passe suavemente um paninho molhado com uma misturinha de água, vinagre e detergente de louça, confira apenas se o material atingido não vai manchar com um desses ingredientes.

Uma ideia legal para facilitar a limpeza da areia do bichano é usar sacolas plásticas.

limpe-a-areia-do-gato-com-mais-facilidade

Para disfarçar o cheirinho que já está no ar, vale usar de perfumes ou odorizadores de ambiente, inclusive ensinamos uma receita de poção mágica “tira-cheiro-de-cachorro-do-sofá” MA RA VI LHO SA!

Misture em um recipiente nesta ordem: água, álcool, bicarbonato, vinagre branco e amaciante, mexa bem e coloque a mistura em um borrifador. Pronto!

mistura_cachorro_-sos_solteiros2

Para o quintal, você pode plantar hortelã, ou outra erva que tenha um cheirinho bom para neutralizar. E uma dica extra para evitar o BAFÃO do animal:

salsa-racao-cachorro-halito-digestao

 

4. Cão babão

Contra a baba do cachorro, não tem jeito, aposte no paninho de chão sempre a disposição, algum produto de limpeza geral e, claro, muito amor e paciência. Embora a boca do animal não seja mais limpa que a nossa (como dizem por aí), os germes encontrados por lá, no geral, não causam mal a seres humanos. Mas, para evitar qualquer infecção, é sempre bom lavar a mão caso tenha contato.

Algumas raças, inclusive os vira-latas, tem uma barbicha de pelinhos no queixo. Depois de beberem água, eles saem pingando pela casa inteira. A solução pode ser a mesma de bebê humano, um babador. Na verdade existem bandanas especiais para pets, que além de deixarem seu bichinho mais fofo, ainda protegem seu piso das babadas caninas.

ciccilo-bandana-bandeira

caninablog

 

Apoio

vivadecora-logo



Destaques do Alô, Alô? Testando!

11.152
Clique no "joinha" para bombar este post!
3
0
0
Pós-graduada em marketing, com oito anos de experiência em comunicação e consumidor. Depois de passar por repúblicas, dividir apartamento com amigos e finalmente morar sozinha, entende que a casa deve ser um refúgio especial com a cara de quem vive nela. Integrante da equipe Viva Decora.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade