publicidade

A legalização da Maconha trouxe uma rara doença à tona

Os casos da ‘Síndrome de Hiperemese por Canabinoide’ estão aumentando.

Gabriela Roman - Publicado: 03/03/2017 11:25 | Atualizado: 03/03/2017 11:39
157
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

Já tinha ouvido falar em síndrome de hiperemese por canabinoide? Pois é, nem a gente.

Com a legalização da maconha em alguns países e estados norte-americanos, a rara doença ganhou destaque quando os casos aumentaram nessas regiões, segundo o site especializado em saúde Good Health.

Embora o primeiro caso da síndrome tenha sido noticiado em 2004, muitos médicos ainda encontram dificuldade em diagnosticá-la, por seus sintomas serem comuns a outras doenças.

No entanto, já se sabe que tal síndrome pode se desenvolver em pacientes com uso contínuo da maconhaSegundo estudo da Mayo Clinic, com 98 prontuários que se encaixam nos sintomas, dois terços dos pacientes usavam maconha há mais de 1 ano, quase todos pelo menos 1 vez por semana (95%), com 59% usando diariamente.

publicidade

A Síndrome de Hiperemese por Canabinoide

Causando dores abdominais muito fortes, náuseas e vômitos, muitas vezes os médicos acabam apenas tratando esses sintomas por não conseguirem associá-los a uma doença específica, para então aplicar tratamento adequado.

publicidade

Porém, alguns usuários encontraram uma outra maneira para aliviar as dores e vômitos, e ela também tem seu lado dolorido.

Banhos quentes ajudam a diminuir os sintomas

Alguns chegam a se queimar com bolsas de água quente, ou por permanecerem muito tempo sob a água do chuveiro pelando, segundo o site UNIAD. Especula-se que o alívio da dor esteja ligado à vasodilatação, acarretada pelo calor.

Segundo estudo publicado no site NCBI, ainda não se sabe por que a maconha está causando tal síndrome. O médico Kennon Heard afirmou, para a CBS News, que os pacientes vão ao hospital várias vezes antes dos profissionais saberem o que se passa.

Várias questões não solucionadas ainda permeiam a doença. Os médicos têm estranhado alguns sintomas como, por exemplo, o aparecimento dos vômitos incontroláveis, já que a droga é conhecida por suas propriedades antieméticas.

Em outras palavras, deveria aliviar enjoos e vômitos, não causá-los.

Ainda de acordo com a CBS News, a síndrome pode levar à desidratação e falência dos rins, mas a boa notícia é que os sintomas desaparecem após a suspensão do consumo de maconha.

É aquela máxima, tudo em excesso faz mal.

Fonte(s): Good Health, CBS News, NCBI, UNIAD, Drauzio Varella, Medicina Net
Imagem de capa: New York Magazine


Destaques do Alô, Alô? Testando!

157
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade