publicidade

7 Truques de comportamento para fazer sua vida financeira e emocional andar

Basta repensar a forma como vivemos, o resto vem praticamente sozinho, garante especialista.

Bernardo Moura - Publicado: 13/06/2016 13:05 | Atualizado: 16/06/2016 17:48
199
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

A gente se lasca de trabalhar a semana toda, engole muitos sapos na firma, e tudo para termos nosso dinheirinho no final do mês.

Mas independente dessa sofrência toda, você não está cansado de ter uma bomba de adrenalina toda vez que vai passar o cartão, com o medo do “não autorizado”? Pois é, talvez você precise fazer um detox na sua vida financeira.

detoxdodinheiro_sossolteiros

publicidade

Saiba que o termo detox não necessariamente está ligado somente ao bem-estar/alimentação, pode ser usado no ramo financeiro e desenvolvimento pessoal também.

publicidade

Essa foi a sacada da coach de alta performance Paula Abreu, criadora do Detox de Dinheiro , um programa online repleto de dicas e conceitos para finalmente fazer fluir a vida financeira e emocional das pessoas.  O legal é que ela mesma foi a primeira a se ajudar, desintoxicando seus pensamentos sobre dinheiro e prosperidade.

“O Detox  não é um trabalho de construção de alguma coisa. É conseguir desintoxicar a minha mente dos pensamentos que impedem o fluxo da prosperidade que é natural e que é minha de direito”, explica a coach.

Com a ajuda da especialista, citamos aqui os pontos principais desse programa para você ser mais livre, leve e solto em todos os sentidos – principalmente no financeiro.

***

1. Manifeste a prosperidade

Paula Abreu explica que a sua prosperidade é natural e está prontinha para ser usada. Mas você precisa querer realmente. Precisa pensar energias positivas sobre dinheiro. Para sacar dinheiro no banco não é necessário um cartão? O processo é o mesmo, mas no caso, o cartão é sua força de vontade!

“Quando a gente se conecta com a “vibe” do Universo, a gente sai da nossa frente, isto é, questiona os pensamentos que temos. O universo possui um cano que passa tudo o que é bom. Entupiu o cano, entupiu tudo”, explica.

Elefante verde, http://blog.elefanteverde.com.br/saiba-onde-economizar-no-dia-nacional-do-dinheiro/#.V1bHzJErJhFElefante verde

 

2. Separe o joio do trigo 

Para você começar a manifestar a prosperidade, Paula aconselha que você precisa estabelecer o que faz parte ou não na sua vida. Tanto no campo material quanto no emocional. É por isso que ela classifica tudo o que faz parte de sua vida em vip, ok e tosco.

  • VIP: Se refere ao que te faz sentir incrível ou simboliza suas conquistas. Como uma compra que você sempre quis fazer e finalmente conseguiu, ou uma posição no trabalho, por exemplo.
  • Ok: Entram as coisas razoavelmente convenientes ou que não são o pior. Sabe aquele celular que não é o top de linha, mas ta funcionando, tem camêra frontal… Não é tão ruim, vai?
  • Tosco: É tudo aquilo que você podia pagar, que não teve muita escolha ou que te irrita. O famoso “foi o que deu pra comprar”.

“Estas coisas costumam nos impedir de ver as novas oportunidades que o universo nos oferece”, alerta Paula.

.
.

– Isso não é sobre dinheiro.

 

3. É hora de dar tchau

Para o detox ser ainda mais bem sucedido, você deve fazê-lo em seu comportamento também. Este é um passo muito importante apontado pelos ensinamentos da coach: se desfazer das coisas que não usa mais.

Esqueça o apego ou as memórias, coisas velhas e sem uso devem sair de cena para dar lugar as novas coisas e oportunidades que estão por vir.

“O ato de se desfazer de coisas é a hora de você decidir tudo aquilo o que não te representa. De ir embora tudo aquilo que não é vip“, diz.

Home Organizer, http://homeorganizer.com.br/artigos/como-mudar-sem-enlouquecer-como-organizar-mudancaHome Organizer

 

4. Estabeleça metas financeiras

Paula aconselha apontar quanto você ganhou no passado, o quanto você ganha atualmente e o quanto deseja ganhar no futuro (daqui a dois anos).

No final das contas, vai surgir um gráfico indicando qual foi o montante de dinheiro que você ganhou e pretende ganhar de 2014 a 2018, por exemplo. Essa atividade fará você ter uma noção de como você tem evoluído financeiramente, quais são seus novos ganhos, novos gastos e o foco que deve ser tomado para atingir o objetivo.

“Porque você só consegue manifestar aquilo que você deseja. Se você está confuso, vai manifestar diferentes coisas, não necessariamente aquilo que deseja, por mais que possa ser muito próximo”, analisa.

Jornal Repercussão, http://www.jornalrepercussao.com.br/geral/feevale-tem-curso-para-melhorar-planejamento-dos-gastos-pessoais/Jornal Repercussão

 

5. Faça como o Sherlock Holmes

Depois que você atingiu o teto de quanto quer ganhar, você sem perceber pode se autossabotar, ou seja jogar contra você mesmo. O cano entre você e o universo pode entupir, já alertou a coach. É importante saber com que frequência você se autossabota para parar de fazê-lo e poder viver mais livre.

E assim você começa a emanar energia positiva para o universo, fazendo sua vida financeira recomeçar a andar.

“Este passo é para o despertar da sua vida, porque às vezes fazemos coisas pequenininhas que nem nos damos conta, mas influenciam”, explica a coach.

Doutíssima, http://doutissima.com.br/2015/01/08/entenda-informacao-nutricional-nas-embalagens-dos-alimentos-14673032/Doutíssima

 

6. Tenha uma mente clara

Temos por volta de 70 mil pensamentos por dia, sendo que 50 mil são sobre nós mesmos. Mas o grande lance é estabelecer o que é um pensamento seu realmente e o que é dos outros.

Em certos momentos, somos influenciados pelos pensamentos e opiniões de outras pessoas, e acabamos por “abafar” os nossos verdadeiros desejos. Reflita muito sobre o que você é, e principalmente sobre o que você pensa.

“Você precisa ter uma mente clara com pensamentos que sejam seus, não os dos outros. Aqui é a hora de você focar nos seus assuntos. E com uma mente clara, você sabe o que deve fazer”, conta.

Moneycation, http://www.moneycation.com/2013_06_23_archive.htmlMoneycation

 

7. Viva consciente

Não importa se você está pobre agora ou se ficará rico daqui a 6 meses, tem certas coisas na sua vida que não mudarão, e nem devem. Um exemplo disso na vida prática é sua vontade em querer comprar uma bolsa de 50 mil reais ou uma de apenas 50 reais.

A primeira vai ser chique e vai te trazer status ou inserção em um meio, já a segunda pode apenas te trazer praticidade. Mas a bolsa serve para quê? Carregar coisas, apenas. Daí, é preciso se perguntar se você precisa realmente de tais itens. Dar valor ao seu dinheiro é essencial para se dar bem financeiramente – sério!

“Você pode comprar uma cadeira de 3 mil reais ou uma de 39,99. Mas a realidade será a mesma: um homem ou uma mulher sentados na cadeira. E isso não vai mudar. O resto é história”, diz.

Jogo de Damas, http://www.jogodedamas.me/voce-ja-pensou-em-proposito-de-vida/Jogo de Damas

Imagem de capa: The Prosperity Community
publicidade


Destaques do Alô, Alô? Testando!

199
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Tá procurando gente normal? Bem, continue procurando, pois, eu não sou. Jornalista viciado em séries, livros, festinhas com os amigxs e muito mais. Também escrevo no Blah Cultural.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade