publicidade

5 Dicas infalíveis para ganhar uma graninha vendendo doces

Uma doce aula de como lucrar com a larica alheia.

Rui Davi - Publicado: 06/02/2017 12:34 | Atualizado: 06/02/2017 13:02
35
Clique no "joinha" para bombar este post!
32
0
0
publicidade

Apesar da crise ter chegado para nos deixar pobrinhos de marré-desci, é possível ganhar dinheiro nessa época.

Uma opção é lucrar com a gula alheia vendendo doces. Contudo, é importante saber calcular corretamente os gastos, para não se transformar em um matador de laricas por caridade.

– É, nos dê doces!

Para você adoçar sua vida financeira com sabedoria, selecionamos algumas dicas práticas para ter uma margem de lucro correta e garantir boas vendas para seus quitutes. Se liga!

***

1. Escolha seu doce

Segundo publicação do UOL Mais, o primeiro passo é escolher qual guloseima você vai vender.

publicidade

Se não tiver experiência comece com doces mais simples, que tenham um custo de produção baixo e sejam fáceis de vender.  Bons exemplos são brigadeiros, bolo no pote e brownies. Depois de um tempo você pode criar variações das receitas.

publicidade

Não se esqueça de preparar uma boa apresentação, afinal, também comemos com os olhos. Um visual legal aumenta seu poder de venda, por mais simples que seja a receita.

Receita Toda Hora, http://receitatodahora.com.br/brigadeiro-sem-leite-condensado/Receita Toda Hora

 

2. Quanto cobrar

Segundo o economista Samy Dana em entrevista ao Hora 1, para saber o valor correto a se cobrar pelo quitute, você precisa adicionar cada item usado à soma. Isso inclui os ingredientes, custo de preparo, mão de obra e tempo gasto.

O primeiro e mais fácil quesito de se calcular são os gastos com os ingredientes. Tudo deve estar listado, por menor que seja.

Depois calcule o gasto com o preparo, que entre outras coisas inclui despesas com água, luz, gás e até com a panela. Esse custo fica em cerca de 10% do valor gasto com os ingredientes, segundo o especialista.

EBC, http://www.ebc.com.br/cidadania/2013/11/aprenda-a-calcular-o-13o-salarioEBC

 

3. Calculando a mão de obra

O economista Samy ainda revela que o custo com a mão de obra é um item geralmente esquecido pelas pessoas que resolvem vender alimentos. O tempo de trabalho também é uma mercadoria que tem o seu valor.

Para calcular o valor da mão de obra o economista ensina que basta consultar qual é a renda média no país – que no Brasil atualmente está em R$ 2.138 – e dividir por 220, que é a média do tempo de jornada praticada por mês por um trabalhador formal.

O resultado será o valor por hora, então basta somar as horas gastas para fazer a receita e você terá o valor da mão de obra, revela o economista.

Vivo seu Dinheiro, http://www.vivoseudinheiro.com.br/prepare-receitas-de-doces-para-vender-e-garanta-um-dinheiro-extra/Vivo seu Dinheiro

 

4. Use a criatividade

A criadora da Officina do Brigadeiro, Rachel Cuocolo, contou para o site da Exame que se formou em design, mas decidiu investir na área de doces. Para ela, o segredo do sucesso está na criatividade e variedade de opções oferecidas.

“Minha ideia desde o começo foi a de oferecer lembranças deliciosas em embalagem especiais”, diz Rachel.

Ou seja, não basta fazer um docinho delicioso, tem que apostar no “diferente”. Um recheio inusitado, confeitos coloridos e até formatos incomuns, vale tudo. Rachel recomenda conhecer muito bem o produto e suas possibilidades, além de ter bastante foco e abusar da criatividade.

Guia da Semana, http://www.guiadasemana.com.br/receitas/galeria/10-receitas-de-doces-criativos-para-festasGuia da Semana

 

5. Um doce exemplo

Para ilustrar como fazer o cálculo no custo da venda de doces, Samy Dana deu um exemplo bem prático, olha só:

Fabricação e venda de 25 unidades de brigadeiro

  • O custo com os ingredientes para essa quantidade do doce ficou em R$ 0,45 centavos a unidade.
  • Já o custo do preparo (gastos com o gás, energia elétrica, etc) é 10% do valor da receita, ficando em R$ 0,5 centavos.
  • Agora é a vez do custo da mão de obra. Ele pegou o valor da renda média brasileira, que é R$ 2.138 e dividiu por 220 (tempo mensal de jornada de trabalho). O resultado foi R$ 9,72, que é o valor então de 1 hora de trabalho.
  • Para fazer 25 brigadeiros levou-se 2 horas de trabalho, então ele multiplicou o valor da hora de trabalho, (R$ 9,72) por 2, que ficou R$ 19,44.
  • Para finalizar, foi dividido esse valor pela quantidade de unidades do brigadeiro, ou seja 25. Chegou-se então ao valor da mão de obra por unidade de R$ 0,78 centavos, segundo o especialista.
  • Somando todos os custos, que foram: os gastos com os ingredientes, preparo e por fim, a mão de obra, o custo unitário para se fazer 25 brigadeiros ficou em R$ 1,28.

A partir daí é possível saber por quanto vender e quanto lucro será gerado.

Pinterest, https://br.pinterest.com/explore/como-fazer-brigadeiro-gourmet/Pinterest

Segundo o economista, muitas pessoas vendem os produtos por um preço fixo, como 1 real ou 90 centavos, sem calcular o valor real gasto em cada unidade. Deste modo, ao invés de lucrar, a pessoa estará trabalhando de graça, revela o economista.

– E aí, aprendeu direitinho? Agora é botar a mão na massa e partir para as vendas.

Fonte(s): UOL Mais, Hora1, Exame


Destaques do Alô, Alô? Testando!

35
Clique no "joinha" para bombar este post!
32
0
0
Comunicador baiano que toca guitarra e ainda espera ser um astro do Rock. Enquanto isso, se contenta em escrever. Fã de boas histórias. Faz roteiros, fotografa, edita videos, canta e sapateia.
publicidade

Tá na rede!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade