publicidade

Fique ligado! 4 Mutretas que os motoristas da Uber fazem

E 5 dicas para ganhar mais sem enganar ninguém.

Gabriela Roman - Publicado: 31/03/2017 10:47 | Atualizado: 31/03/2017 12:30
1.855
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
publicidade

O Brasil tem cerca de 13 milhões de desempregados buscando alternativas para pagar as contas. Isso explica o crescimento da Uber que, em 3 anos, passou de 1.000 para 30.000 motoristas cadastrados.

Carlos Messias, repórter da Veja SP, se tornou motorista da Uber por um mês e fez o relato dessa experiência. Nós selecionamos 4 “truques” que os motoristas fazem, citados pelo jornalista, e que podem te prejudicar se você não estiver atento. Olha aí!

 

1. Fazer o cliente cancelar uma corrida

Uma das artimanhas mais comuns é aceitar uma corrida e não ir buscar o passageiro, estacionando o carro a alguns quarteirões do ponto de encontro. O cliente cansa, cancela a corrida e tem que pagar a taxa de cancelamento de 7 reais, que vai para o motorista. O usuário pode e deve pedir o ressarcimento à empresa informando o ocorrido, mas nem todos fazem isso.

publicidade

Muitos motoristas relatam que o Uber Pool não vale a pena e acabam realizando esse truque com passageiros que pedem o serviço de compartilhamento.  Isso porque são obrigados a aceitar uma certa porcentagem de corridas de Uber Pool.

publicidade
Hypeness, http://www.hypeness.com.br/2016/04/como-usar-o-novo-servico-do-uber-que-permite-dividir-viagem-e-custos-com-outros-passageiros/Hypeness

 

2. Tome mais cuidado nos aeroportos

No aeroporto, o serviço funciona de maneira diferente, é comum os motoristas se organizarem em fila. Segundo o repórter, enquanto esperam, eles jogam cartas, comem e alguns até bebem uma cervejinha antes de pegar no volante.

Quando finalmente chega a sua vez, o motorista liga para o cliente sob o pretexto de combinar um ponto de encontro, mas o que ele quer saber mesmo é o destino final. Caso seja um trajeto curto, o profissional fala que está indo mas não vai buscar o cliente, que acaba cancelando a corrida.

Assim, não perde o lugar na fila e pode dar a sorte de pegar outra corrida mais lucrativa. Alguns Ubers também aproveitam o tempo livre e realizam corridas com celulares extras, desligando o sistema de localização do celular, para não perder seu lugar na fila.

Info Moz, https://www.informarmoz.com/2017/02/saiba-porque-o-aviao-e-o-transporte-mais-seguro-que-existe-no-mundo/Info Moz

 

3. Combinar valor “por fora”

Tanto no aeroporto como em baladas, muitos motoristas desligam o aplicativo e combinam com o cliente um valor “por fora”. Costuma ser lucrativo para o passageiro que paga menos e para o motorista que precisa repassar dinheiro à Uber.

Nesses “Ubers clandestinos” os pagamentos são feitos em dinheiro, mas se a pessoa não tiver, não há problema. O motorista pára em um posto de gasolina e pede para o cliente abastecer o carro e pagar no cartão.

Por exemplo, na balada Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo, tem até um agenciador que conversa com os clientes, negocia valor e organiza os carros. Ele ganha uma comissão de 15% por corrida, menos do que os 25% que a Uber cobra dos seus cadastrados, informa a Veja.

Fatos Ocultos, http://www.fatosocultos.com.br/quem-nao-tem-carro-pode-ser-motorista-de-uber-e-ganhar-dinheiro/Fatos Ocultos

 

4. Tarifa Dinâmica

Segundo o jornalista, rolam boatos de que existem grupos no Whatsapp de motoristas que combinam de desligar o aplicativo em certos lugares com muita gente, como saídas de shows, por exemplo. Eles ainda se passam por passageiros, solicitando carros no app para aumentar ainda mais a diferença entre o número de passageiros e carros da Uber disponíveis.

Com muita procura e pouca oferta, a tarifa dinâmica subiria a preços altíssimos e então os motoristas começariam a aceitar viagens. No entanto, segundo a Veja, a Uber afirma que isso não passa de um boato porque assim que os motoristas entrassem novamente no aplicativo, os preços voltariam ao normal.

TechTudo, http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2015/12/uber-como-funciona-o-preco-dinamico.htmlTechTudo

Ressaltamos que essa foi a visão do repórter da Veja; é claro que não são todos os motoristas que fazem isso, mas vale a pena ficar esperto.

Em contrapartida a esses “jeitinhos truqueiros” descobrimos outras formas, mais honestas, que alguns motoras encontraram para faturar um pouquinho mais enquanto nos levam pela cidade afora.

 

Truques que os motoristas poderiam usar para garantir um salário mais alto

1. Venda produtos em seu carro

A Uber não gosta muito dessa prática porque pode incomodar o passageiro. Mas você não precisa transformar o teu veículo em um camelô. Se você conhece alguém que faz doces, por exemplo, pode levá-los no carro e falar “como quem não quer nada” que um conhecido faz e são uma delícia.

Se a pessoa perguntar mais sobre, diga que vende. Segundo o site Em Alta, se for comida tome cuidado para não colocar em um lugar que pareça ser brinde. Imagina descobrir que algum passageiro lariquento deu baixa no seu estoque?

Keyword Suggestions, http://www.keyword-suggestions.com/Ym9uZWNvIHBhbGl0bw/Keyword Suggestions

 

2. Saia do carro

Em locais com muita gente (e muitos motoristas), o aplicativo escolhe quem está mais perto. Se não der para entrar com o carro, estacione e vá a pé para ser o escolhido. Pode ser uma boa dica para lugares em que é possível entrar caminhando, como universidades.

Hypeness, http://www.hypeness.com.br/2016/06/documentos-vazados-mostram-o-quanto-ganham-de-fato-motoristas-do-uber-nos-eua/Hypeness

 

3. Trabalhe de madrugada

Esse horário pode ser bastante lucrativo, principalmente aos finais de semana. O número de motoristas diminui, muita gente pede carro porque quer beber e a tarifa aumenta. Além disso, não tem trânsito, o que permite realizar mais corridas em menos tempo.

Rádio Metropolitana, http://metropolitanafm.uol.com.br/novidades/entretenimento/7-coisas-para-fazer-na-rua-augustaRádio Metropolitana

 

4. Alterne os aplicativos

Muitos motoristas do Uber são também da 99Taxis e Cabify. Dessa maneira, quando um não está ofertando corridas, basta ligar o outro. Alguns Ubers ligam o aplicativo só na hora de ir para casa, já que o serviço tem a função de selecionar uma corrida no caminho ou próxima ao destino do motorista.

Além disso, é possível se cadastrar em aplicativos de outros tipos, como delivery de produtos.

Issues Post, http://issuespost.com/uberocabify1/Issues Post

 

5. Indique novos passageiros e outros motoristas

De acordo com o site Vem Dirigir, cada motorista tem um código, assim como os passageiros. Após um novo usuário realizar a corrida (e ganhar R$20), o motorista que o indicou recebe R$10,00 de recompensa. Isso pode gerar um dinheirinho inesperado no final do mês.

Além disso, é possível também indicar outros motoristas. Segundo a Revista Época, a Uber dá uma recompensa para o motorista que indicar um amigo; depois da vigésima corrida do motorista novo, quem indicou leva uma graninha. Ainda de acordo com o site Vem Dirigir, o valor da recompensa em São Paulo pode chegar até a R$700.

Aparentemente, indicando várias pessoas dá para tirar uma grana boa, como o motorista que faturou U$90 mil em seis meses, cerca de R$350 mil, conforme informou a Época Negócios.

Blog do BG, http://blogdobg.com.br/relatos-de-motoristas-do-uber-que-se-negam-a-realizar-viagens-longas-em-natal-e-regiao-metropolitana-aumentam-confira/Blog do BG

Fonte(s): Veja SP, Vem Dirigir, Época Negócios, Em Alta
Imagem de capa: Blog do BG


Destaques do Alô, Alô? Testando!

1.855
Clique no "joinha" para bombar este post!
1
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade