publicidade

25 Viagens que você precisa fazer ainda nessa vida

Os melhores e mais reveladores destinos para conhecer durante a vida.

Gabriela Roman - Publicado: 14/12/2016 16:21 | Atualizado: 14/12/2016 16:25
170
Clique no "joinha" para bombar este post!
2
0
0
publicidade

Se você é apaixonado por viagens, mesmo que não as faça na frequência desejada, já deve ter percebido que Buenos Aires, Disney e Europa era até pouco tempo a grande preferência das pessoas. Mas e se você quisesse, digamos, pagar de turista diferentão?

O site especializado Travel + Leisure divulgou uma lista com 25 viagens incríveis que prometem agradáveis e transformadoras surpresas, portanto deveríamos fazê-las ainda durante essa vida.

Algumas já adianto que não parecem ser nada baratinhas, mas como é um “projeto a longo prazo” é só começar a economizar.

***

1. Santorini

Viagem, http://viajeaqui.abril.com.br/vt/blogs/viagemnotempo/2016/02/17/3-ilhas-gregas-e-seus-respectivos-mitos/Viagem

A ilha grega é uma das mais bonitas do mundo. Clássicas casinhas brancas dignas da novela Belíssima (quem se lembra do Tony Ramos como grego?) e as igrejas com domo azul, tudo com vista para o mar. A ilha foi reconstruída após um vulcão entrar em atividade por volta de 1680 a.C. e que modificou a geografia do local, deixando Santorini com vários ilhéus em sua volta.

publicidade

Durante o pôr do sol, o mar de Creta fica com um brilho rosado e melancólico. No inverno, é possível ver as coisas com mais calma e menos lotadas, mas no verão é quando o negócio pega e dá para aproveitar as praias de areia preta.

publicidade

Além disso, a gastronomia de Santorini é maravilhosa e oferece ótimos vinhos. A sugestão da publicação é, caso visite a região, para pedir o saganaki, uma espécie de queijo frito empanado típico do local. Aproveite para visitar o sítio arqueológico Acrotíri (Akrotíri).

 

2. Marrakech

Monbati, https://www.mombati.com.au/Monbati

Conhecida como Cidade Vermelha por suas construções terracotas, a capital do Marrocos tem virado uma cidade luxuosa na última década. Hotéis cinco estrelas e restaurantes com as três estrelas Michelin (para se ter noção, nenhum restaurante no Brasil tem essa pontuação) estão tornando a cidade cada vez mais uma parada obrigatória no mundo. O trânsito caótico e a arquitetura tradicional convivem com o novo e o luxuoso.

A gastronomia do local, que é marcada por especiarias e pratos agridoces, oferece cordeiros, kebabs e tanjia, uma carne cozida por horas, tradicional de Marrakech. Através da arquitetura da cidade é possível entrar em contato com civilizações antigas.

 

3. Galápagos

Brasil 247, http://www.brasil247.com/pt/247/revista_oasis/30718/Gal%C3%A1pagos-laborat%C3%B3rio-do-G%C3%AAnesis.htmBrasil 247

O arquipélago, que faz parte do Equador e fica a 965 km para dentro do oceano Pacífico, continua atraindo turistas do mundo todo, o que faz muito sentido. Afinal, onde que nesse mundão de Deus é possível ver uma iguana marinha mergulhar para pegar algas ou um grupo de pinguins andando por aí? Isabela, a maior ilha do arquipélago, condensa 70% da vida selvagem do local.

É possível nadar com tubarões na ilha que Charles Darwin explorou em 1835. Segundo a publicação, o jeito mais fácil de ver tudo o que as ilhas têm a oferecer é de barco. Iguanas, pássaros, pinguins e tartarugas farão da sua viagem uma das mais especiais possíveis.

 

4. Cidade do Cabo

Radisson Blu Blog, http://blog.radissonblu.com/take-day-trip-table-mountain-cape-town/Radisson Blu Blog

– Ao fundo, Table Montain.

Na costa africana, a cidade fica aos pés da Table Mountain (ou Montanha da Mesa), chamada assim por ter o topo achatado formando um planalto com cerca de 3 km de extensão. A gastronomia local é diversa e reúne tradições multiculturais em um só lugar.

Segundo a Travel + Leisure, a cidade oferece museus, igrejas, castelos, mercados e, é claro, lindas praias. Apesar disso, a água do mar, que varia entre um verde claro e azul, é gelada em todas as épocas do ano devido às correntes marinhas. Então, a não ser que você seja bem corajoso, é possível que valha mais a pena admirar do que tentar um mergulho.

 

5. Provença

Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=iFja97QVQoEYoutube

– Feira Medieval

A região no sul da França é cheia de campos de lavanda, vilinhas de pescadores, ruínas romanas e outras tantas belezas. A publicação garante que a gastronomia não fica para trás com restaurantes incríveis e degustações de vinho.

Há mais de 700 anos, quinze dias após a Páscoa, ocorre a Feira Medieval na cidade de Saint-Maximin-La-Sainte-Baume. Além disso, todo ano acontece em Nîmes uma encenação dos duelos entre gladiadores romanos e outras lembranças da época, informa o site.

 

6. Egito

Youtube, https://www.youtube.com/watch?v=XaEaZbRYZ_0Youtube

– Vale dos Reis

Fazer um passeio pela mais antiga maravilha do mundo, as Pirâmides de Gizé, não é nada mal. Na necrópole, localizada próxima de Cairo, é possível pegar um barco no rio Nilo, aquele das aulas de história, e ir até Karnak, cidade de 2000 anos construída por faraós.

Além de fazer o turistão e andar de camelo, a publicação revela que vale a pena visitar o Vale dos Reis, onde fica a tumba de Tutankhamon e o túmulo dos filhos de Ramsés. Vale lembrar que os faraós pensavam que eles levavam suas riquezas consigo após a morte.

 

7. Myanmar

Epoch Times, https://www.epochtimes.com.br/pagode-shwedagon-lugar-que-nasceu-de-um-fio-de-cabelo-buda/#.WE6jY_ArJPYEpoch Times

– Pagode Shwedagon

Segundo informa a publicação, essa nação está no auge de uma grande mudança após o fim da ditadura militar que se iniciou em 1988 e teve fim em 2011. O país é considerado um dos mais pobres da Ásia, mas suas belezas são estonteantes.

Por conta de sua história (foi colônia do Reino Unido e depois passou por uma ditadura militar), Myanmar guarda aspectos da Ásia antiga e prédios da época colonial.

Em Yangon, a maior cidade do país, está o Pagode (não o do Molejão) Shwedagon que, segundo a lenda, contém relíquias de quatro antigos Budas. O templo é uma estupa, um monumento construído sobre restos mortais de uma pessoa importante dentro da religião budista e coberto de ouro.

A vida do país se dá ao longo do rio, então a Travel + Leisure sugere optar por um cruzeiro para ir de Yangon até Mandalay, a última capital real de Myanmar.

 

8. Petra

Vontade de viajar, http://vontadedeviajar.com/petra-jordania/Vontade de viajar

– Cidade Perdida

A cidade perdida na Jordânia bombou após ser o cenário de Indiana Jones e a última Cruzada em 1989. A quantidade dos milhares de turistas que visitavam a cidade por ano saltou para mais de 500 mil hoje em dia, revela a publicação. E não foi à toa. É possível seguir os passos do filme no Siq, um canyon que leva ao templo Al-Khazneh, esculpido à mão em um penhasco.

Além disso, outros tantos monumentos, como um anfiteatro de estilo romano e as habitações feitas nas cavernas, tornam incrível o sítio arqueológico de Petra. A caminhada é íngreme então contrate um cavalo ou um burro e um guia que pode contar melhor sobre a cidade. A dica é começar cedo para se poupar da multidão e do calor do deserto, aconselha o site.

 

9. Zâmbia

Nirvana, http://www.nivana.com.br/pacote.php?id_pais=52Nirvana

No país africano ficam os melhores safáris que se pode fazer, garante a publicação. Guiado pelos profissionais locais, é possível encontrar elefantes, leopardos, crocodilos, girafas, antílopes, entre muitos outros animais.

Além disso, os parques oferecem outras atividades, como passeios de barco, pesca, canoagem e safáris a pé, um conceito pioneiro do Parque Nacional de Luangwa Sul, criado pelo naturalista Norman Carr.

 

10. Tóquio

The City Lane, http://thecitylane.com/tokyo-gonpachi-aka-kill-bill-restaurant/The City Lane

– restaurante Gonpachi Nizo-Azabu

A cidade é uma megalópole com tudo de melhor que um lugar tão grande pode oferecer: gastronomia (com mais de 80 mil restaurantes), vida noturna, compras e muita tecnologia. Tudo isso contraposto à cultura tradicional local com seus templos, dança e música típica, cerimônias do chá, entre outros, informa a publicação.

Madrugue para ir ao Tsukiji Market, o mercado de peixes, onde ocorre leilão de atum. Se você curte anime e mangás, dê um pulinho no bairro Akihabara dedicado a essas artes. Se você é fã do Quentin Tarantino, não pode deixar de visitar o restaurante Gonpachi Nizo-Azabu, onde foi filmada a épica cena da noiva vs os loucos 88s de Kill Bill.

 

11. Lago Como

Luxury Watches Shops, http://www.luxurywatchesshops.com/?q=www.thesavannahbananas.comLuxury Watches Shops

O lago mais glamouroso da Itália tem residentes como George Clooney. Vai que você não esbarra nele durante a sua visitinha?

Sua costa, que tem 48 metros de comprimento, vai do porto de Cernobbio até Menaggio, próxima à Suíça. Se dinheiro não é um problema para você, fique no Villa d’Este, um hotel fino, cuja piscina flutua sobre o lago, sugere a publicação.

 

12. Butão

Epoch Times, https://www.epochtimes.com.br/monasterio-taktsang-butao/#.WE6ocfArJPYEpoch Times

– Monastério Taktsang

O país, que só abriu as portas para estrangeiros em 1974, tem templos budistas super preservados e paisagens arrasadoras, informa a publicação. O Monastério Takstang, que significa Ninho do Tigre, é um dos pontos turísticos mais espetaculares de Butão.

Ele se situa em uma rocha, na beira da montanha, 792 metros acima da cidade de Paro e foi construído em volta de uma caverna onde o guru Indiano Rinpoche meditou no século oito. Para chegar lá é preciso caminhar duas horas montanha acima.

 

13. Montana

Paws Up, http://www.pawsup.com/blog/2012/08/roughing-it-in-style-at-the-resort-at-paws-up/Paws Up

– Resort at Paws Up

O Resort Paws Up, que fica no estado de Montana, nos Estados Unidos, e passa pelo Blackfoot River Valley (em tradução livre, Vale do Rio Pé Negro), foi feito para os amantes da natureza e do ar livre. O local inclui atividades, como trenó na neve, tiro a pratos, passeio a cavalo, entre outros.

Espere um menu cheio de carnes e porções gigantescas no restaurante principal, revela o site especializado em viagens.

 

14. Bali

Bali-Indonésia, http://www.bali-indonesia.com/attractions/Bali-Indonésia

É uma das ilhas indonésias e conta com uma cultura vibrante, bairros coloridos e resorts espetaculares, garante a publicação.

De acordo com o site, Bali é considerada a Ilha dos Mil Templos e quase todos os lugares possuem um, tornando-a um lugar místico, onde seus residentes fazem oferendas aos deuses diariamente. Suas águas são ótimas para a prática do mergulho e suas florestas são cheias de macacos. Para quem quer relaxar, a ilha oferece diversos spas de luxo.

 

15. Nova Zelândia

Queenstown NZ, http://www.queenstownnz.co.nz/information/trip-planner/Queenstown NZ

– Queenstown

Apesar de ser conhecida por suas vinícolas e aventuras radicais, a Nova Zelândia oferece opções também para quem curte a parte urbana de uma cidade, revela a Travel + Leisure. Saindo de Auckland é possível pegar uma balsa até a ilha Waiheke, onde é bacana passar de praia em praia.

Fora da cidade é possível visitar diversas vinícolas, como a Black Barn e a Elephant Hill. Para quem curte “O Senhor dos Anéis”, vale ir para Queenstown, onde boa parte da trilogia foi filmada. Além disso, a cidade oferece diversos esportes radicais, como canoagem em corredeiras, esqui e bungee jump.

 

16. Rajastão

Famous Places in India, http://famousplacesinindia.com/mehrangarh-fort/Famous Places in India

– Forte Mehrangarh

É o maior estado da Índia e um lugar mágico cheio de palácios e templos. A capital Jaipur é rica em história e lá é possível visitar o Forte Amber, o Palácio dos Ventos e comprar pedras preciosas, informa o site.

De acordo com a publicação, Jodhpur, uma cidade do século 15 famosa pelo Forte Mehrangarh, é também conhecida por seus casamentos grandiosos, quando os convidados e elefantes tomam as ruas (a maioria entre setembro e janeiro).

 

17. São Vicente

Diário da Erva, http://www.diariodaerva.com/2014/02/ilhas-do-caribe-como-porto-rico-santa.htmlDiário da Erva

O arquipélago é composto por 32 ilhas e, dentre essas, nove são habitadas, incluindo São Vicente. Segundo a publicação, o país caribenho oferece atividades como mergulho e aventuras ecológicas pela floresta. Suas praias têm as areias finas e brancas, tradicionais do Caribe. Também é possível se banhar nas cachoeiras. O que não falta nessa ilha são as belezas naturais.

 

18. Napa

Viator, https://br.viator.com/pt/8328/Napa-and-Sonoma-attractions/Napa-Valley-Wine-Train/d914-a11922Viator

– Bem-vindos à mundialmente conhecida região de produção de vinho Vale do Napa

A uma hora de São Francisco, o Vale do Napa é a região americana mais conhecida por suas vinícolas, revela o site especializado em viagens.

Apesar disso, a região californiana não produz apenas vinhos, mas também tomates, queijos, mostardas e azeites de oliva. Pegue o Napa Valley Wine Train (em tradução livre, Trem do Vinho de Vale do Napa) que ele para em diversas vinícolas e oferece jantares temáticos, sugere a publicação.

 

19. Costa Amalfitana

Positano, http://www.positano.com/pt/e/as-praias-da-costa-amalfitanaPositano

No sul da Itália, o local se destaca por suas belezas naturais e luxo, garante a publicação.

Vales bem verdes, grutas, rochedos íngremes e o mar verde-esmeralda.  A Costa Amalfitana oferece frutos do mar super frescos e vale comer um linguine alle vongole. Se você prefere uma coisa mais pesada, peça frittura de paranza (um peixe frito crocante), sugere a Travel + Leisure. O local, cenário de filmes hollywoodianos, é considerado o destino mais romântico da Itália.

 

20. Ilhas de Páscoa

CVC, http://www.cvc.com.br/destinos/chile/ilha-de-pascoa.aspxCVC

– Moais

O lugar extremamente isolado, a 3600 km do Chile, é palco de um dos maiores mistérios do mundo. Trata-se dos Moais, estátuas gigantescas esculpidas em uma única rocha entre o ano de 1200 e o meio do século 17, informa a publicação.

Na região, na qual mais da metade da população da ilha é composta por indígenas na tribo Rapa Nui, rola escalada, ciclismo, pesca e mergulho. A cratera do vulcão Rano Raraku aporta um lago de água fresca e é rodeado por Moais em vários estágios de produção. As únicas estátuas viradas para o oceano podem ser encontradas em Ahu Akivi.

 

21. Istambul

Emaze, https://www.emaze.com/@AZLITFFW/Pontos-Tur%C3%ADstico-daEmaze

– Mesquita Azul

Essa cidade vibrante é cheia de mesquitas, bazares e banhos turcos que datam de antes de Cristo. A arquitetura da cidade mescla o antigo e o novo de uma maneira incrível. A publicação sugere uma visita a Mesquita Azul (Sultan Ahmet Camii) e um passeio pela Ponte de Gálata.

Se você curte umas comprinhas, vá ao Graand Bazaar ou ao Egyptian Bazaar, onde é possível encontrar fragrâncias de temperos e frutas. Quanto à gastronomia, experimente os kebabs, balik (peixe) e böreks (pequenos pastéis de massa recheada), pois são as sugestões dos especialistas do site.

 

22. São Petesburgo

AT Magalhães, https://atmagalhaes.wordpress.com/2015/09/03/sao-petersburgo-minha-cidade-favorita-na-russia/AT Magalhães

– Palácio de Inverno

O czar russo Pedro I importou arquitetos italianos e escultores franceses para construir essa cidade do século 18. O rio Neva reflete suas igrejas douradas, mansões cor-de-rosa e o Palácio de Inverno. O czar achou ainda que a Praça St. Isaac estava precisando dar um up no visual e chamou o Príncipe Lobanov-Rostansky para construir uma mansão amarela com leões de mármore na frente, informa a publicação.

Atualmente, a casa virou um hotel, um dos muitos locais na cidade onde é possível sentar e beber uma dose de vodca.

 

23. Irlanda

Tunliweb, http://www.tunliweb.no/SM/alb_ireland.htmTunliweb

O site especializado em viagens indica uma ida  para Kinsale, uma vila com cenário gastronômico animador, onde você pode aproveitar para comer ostras e salmão defumado.

De acordo com a publicação, a península Dingle é cercada por penhascos e lá é possível andar a cavalo pelas praias ou montanhas.

A capital Dublin tem uma vida noturna bem agitada. Berço da cerveja Guinness, que tem sua fábrica aberta para visitantes, a cidade tem um bairro dedicado exclusivamente à bebedeira, que é o Temple Bar. Vale fazer uma visita guiada também a Kilmainham Gaol, uma prisão desativada que encarcerou e executou os heróis da Guerra da Independência da Irlanda.

 

24. Patagônia

Minube, http://www.minube.com.br/fotos/sitio-preferido/392/55818Minube

– Lago Nahuel Hauapi

Essa região maravilhosa fica na parte mais ao sul da América do Sul, na Argentina e no Chile. De um lado estão os Andes, cheio de neve, e do outro o Oceano Atlântico, cheio de espécies marinhas.

A cidade mais conhecida dos brasileiros na região é São Carlos de Bariloche, onde é possível conhecer o lago Nahuel Huapi e ver neve bem pertinho das terras tupiniquins. A Patagônia é muito grande e impossível conhecer tudo em uma viagem, mas é de uma beleza espetacular.

 

25. Antártida

Vania Lima, http://www.vanialima.blog.br/2016/05/antartida-chave-para-o-futuro-da.htmlVania Lima

O lugar é o mais frio e mais cheio de vento do planeta com gelo por todo o ambiente, preservado para pesquisa científica, informa a publicação.

Para chegar, atravesse a passagem Drake, 965 quilômetros entre a ponta da América do Sul e o continente congelado. Algumas excursões para turistas são realizadas e, eventualmente, cruzeiros de luxo passam por lá, mas não é permitido ancorar. A atividade mais comum é ver os milhares de pinguins e conversar com os pesquisadores de história, geologia e natureza selvagem que ficam por lá.

Fonte(s): Travel + Leisure, Time


Destaques do Alô, Alô? Testando!

170
Clique no "joinha" para bombar este post!
2
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Comente!

publicidade
publicidade
publicidade