publicidade

15 Alternativas divertidas para fugir da bagunça no Carnaval

Quem disse que precisa de serpentina para se divertir no feriadão?

Gabriela Roman - Publicado: 23/02/2017 16:14 | Atualizado: 23/02/2017 16:23
158
Clique no "joinha" para bombar este post!
155
0
0
publicidade

Não é todo mundo que gosta de Carnaval e, analisando a situação pelo ponto de vista dessas pessoas, é fácil entender o motivo. Gente suada, bêbada, empurra-empurra, cheiro de xixi e muito glitter não são exatamente sinônimos de felicidade para muita gente.

Então, se você quer fugir da folia, separamos 15 coisas alternativas para fazer no Carnaval que não incluem sacolé alcoólico, banheiro químico, nem catuaba. Olha só.

***

1. Virar um especialista do Oscar e assistir a todos os indicados

Aproveite que os filmes estão em cartaz e vá assistir aos indicados do mais reconhecido prêmio cinematográfico americano. Vire um especialista e nunca mais diga “Não sou capaz de opinar” nas discussões que rolarão neste domingo (26 de fevereiro), quando acontece a premiação.

Vire um especialista e se emocione com A ChegadaAté o Último HomemEstrelas Além do TempoLion: Uma Jornada para CasaMoonlight: Sob a Luz do LuarUm Limite Entre NósA Qualquer CustoLa La Land: Cantando Estações e Manchester à Beira-Mar.

publicidade

Ao todo são 62 filmes indicados, você pode conferir a lista completa aqui.

Extra, http://extra.globo.com/famosos/gloria-pires-diz-que-nao-comentara-mais-oscar-impressionada-com-as-reacoes-20758258.htmlExtra

 

2. Tentar um “FAÇA VOCÊ MESMO” nível chefão!

Sabe aquele tutorial que você viu, achou muito louco, mas pensou: “Eu não tenho tempo para me dedicar a isso”? Pois agora você tem! O que é melhor nesse calor do que ter uma piscina no quintal?

Não é fácil, mas com certeza o seu esforço será recompensado depois que você fizer a sua piscina com engradados. Chame os amigos e faça uma festinha exclusiva.

Twicopy, https://twicopy.org/DeWieg/Twicopy

 

3. Desvendar todos os mistérios das salas de “Escape”

Escape game é aquele jogo no qual você tem que resolver mistérios para sair de uma sala em 60 minutos. Os jogos são bem desenvolvidos e duram bastante tempo (você não vai sair em 10 minutos e, provavelmente, nem em 60).

O número de salas está crescendo no Brasil e, recentemente, nós fomos conferir a nova versão com atores. Foi empolgação pura!

Existem diversas opções em São Paulo como o Escape Hotel, Escape Room SP Escape 60, que também tem unidades em Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Santo André e Rio de Janeiro. O Escape Room SP está dando 20% de desconto no Carnaval ao fazer a reserva pelo site com o código carnaval_ersp.

Folha de Pernambuco, http://www.folhape.com.br/robertajungmann/acontece/acontece/2016/11/18/NWS,6832,76,503,ROBERTAJUNGMANN,2467-RECIFE-GANHA-PRIMEIRO-ESCAPE-GAME.aspxFolha de Pernambuco

– Escape Out em Recife

 

4. Testar uma receita nova

Mesmo que você curta cozinhar, é bem possível que no dia-a-dia não dê tempo de deixar aquela carne marinando ou a massa na geladeira por três horas.

Aproveite o tempo livre para aprender a fazer uma comida que você ama. Depois, você pode até convidar seus amigos – aqueles que também prefiram evitar a folia – para um jantarzinho na tua casa.

Na nossa sessão “Comes e Bebes“, além de notícias e novidades do mundo das gulodices, temos várias receitas super especiais! Que tal escolher uma e botar a mão na massa?

Today, http://www.today.com/id/33684150/Today

 

5. Zerar os museus da sua cidade

A gente até quer ir, mas não é fácil trocar aquele churrasco para visitar um museu. Para quem não é da turma do confete, o Carnaval é o momento perfeito para isso; as filas são menores pois quase todo mundo está nos blocos ou de ressaca.

Em São Paulo, a Pinacoteca, que não cobra entrada aos sábados, fechará apenas na terça-feira de Carnaval. Nesse dia, vá ao MASP que tem entrada gratuita todas as terças e estará aberto durante o feriado. Para mais informações sobre os museus de SP, clique aqui.

Já no Rio de Janeiro, o Museu Nacional de Belas Artes tem entrada grátis aos domingos e o Museu de Arte do Rio (MAR) às terças. Sobre o que rola em outros museus do Rio, basta acessar esse link.

Coluna Alfredo Júnior, https://alfredojunior.wordpress.com/page/542/?dur=1530Coluna Alfredo Júnior

– Pinacoteca – SP

 

6. Assistir a um espetáculo

Mais uma da série “eu não tenho tempo”.  Todo final de semana é a mesma coisa. Aula de inglês, almoço na vó, aniversário daquele amigo que você não vê há um tempão. E não sobra tempo para fazer alguma coisa diferente.

Em São Paulo, diversas peças seguem em cartaz no feriadão. Para ver tudo o que rola na terra da garoa, clique aqui. No final de semana do Carnaval, o Rio de Janeiro também está cheio de opções. Para conferir algumas delas, basta clicar aqui.

Vá assistir aquela peça, concerto ou balé e aproveite a faceta cultural da sua cidade. Você pode se surpreender.

Cia Atemporal, http://www.ciaatemporal.com.br/2012_06_01_archive.htmlCia Atemporal

– Teatro Amazonas em Manaus

 

7. Fazer um “bate e volta” para um lugar próximo

Bate e volta não é só para a praia! Visite aquela cidade cheia de trilhas e cachoeiras ou, se caminhar não está nos seus planos, aproveite para conhecer a cidadezinha que produz a tua cachaça favorita. Nesse caso, nem pense em ir sexta ou terça, vá no meio do feriado para evitar o trânsito.

Se você sempre quis saber o que os ricos das novelas fazem lá, saiba que Petropólis fica a apenas 70 km do Rio de Janeiro, na Serra do Estado. A cidade oferece passeio de charrete, o Museu Imperial, o Museu Casa de Santos Dumont e outros. Para os aventureiros de Sampa, a dica é Boituva, que fica a 122 km da capital paulista. Lá realizam-se saltos de paraquedas e vôos de balão.

Mas se você não está buscando grandes emoções nesse feriado, o roteiro do vinho de São Roque pode ser uma boa. Ele oferece 31 estabelecimentos entre vinícolas e bons restaurantes. Só não vá voltar dirigindo depois de beber!

Venha Descobrir Santa Catarina, http://arquivos.midiaeffects.com.br/santur/portal/atividade/alambiques/Venha Descobrir Santa Catarina

 

8. Piquenique no parque

Quer lugar mais fresquinho para fugir do calorão do que a sombra de uma árvore? Prepare uma cesta e passe o dia com a família, amigos ou com o crush fazendo um piquenique.

Em São Paulo, uma boa opção é o Parque da Aclimação, com 112 mil m² de área verde. O parque, que abre diariamente das 6h às 20h, é bem mais tranquilo do que o Ibirapuera e frequentado por moradores da região. Confira mais informações no site do parque.

No Rio de Janeiro, a minha indicação é o Parque Lage, que fica aos pés do Corcovado. O Parque é patrimônio histórico e cultural da cidade e abre diariamente das 8h às 17h. Acesse mais informações clicando aqui.

Viagem e Turismo, http://viagemeturismo.abril.com.br/atracao/parque-lage/Viagem e Turismo

 

9. Terminar aquele livro esquecido

Não é fácil mesmo. Se você não é um aficionado pela leitura, pode ser difícil terminar aquele livro denso. “Hoje eu vou ler antes de dormir”. Chega de noite, você abre o livro, seus olhos leem mas a sua cabeça está pensando na morte da bezerra.

Aproveite os dias livres e não desista. Tenha foco, aproveite que não há nada pra fazer e se jogue nas páginas.

Menudo Castillo, http://www.menudocastillo.com/2016/10/hazte-algo-mas-gamberro-lee-roald-dahl.htmlMenudo Castillo

 

10. Pular!

Gaste a sua energia em um parque de camas elásticas! Seu sonho de criança vai se realizar enquanto você pula de uma cama para a outra. Que tal dar aquele mortal que você não consegue desde os 13 anos (ou nunca deu)?

Em São Paulo, as opções são o Urban Motion e o Altitude Park, ambos com o preço de R$39, durante a semana, e R$44, nos finais de semana e feriados.

O Jump Mania, outra opção, além de ter filiais no interior de SP, também montou seu parque de trampolins dentro de um shopping em Goiânia – GO. Veja maiores informações aqui.

Altitude Park, https://altitudepark.com.br/parque-cama-elastica-tatuape-sao-paulo/Altitude Park

 

11. Visitar o Jardim Botânico da sua cidade

É bem possível que você nem saiba que existe um Jardim Botânico na sua cidade. Mas vale a pena pesquisar, se desligar um pouco da vida urbana e curtir um dia calmo cercado de natureza.

O ingresso para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro custa R$15 e ele funcionará em horário especial durante o Carnaval. Para conferir, clique aqui. Já o Jardim Botânico de São Paulo, funciona das 9h às 17h e a entrada custa R$6.

Flickr, https://www.flickr.com/photos/guilhermezullo/8301548170Flickr

– Jardim Botânico de Curitiba

 

12. Jantar naquele restaurante que está sempre lotado

Se teus princípios não te permitem esperar duas horas em uma fila, ainda que pela melhor comida do mundo, agora é a hora de agir.

Aproveite que o pessoal debandou para curtir a folia e vá comer naquele restaurante que você sempre quis. A menos que você more no Rio ou em Salvador, daí é melhor esperar os turistas irem embora. Se bem que São Paulo agora virou a queridinha dos foliões. Nesse caso, reserve antes.

A life worth eating, http://www.alifewortheating.com/posts/nov-2015/riverparkA life worth eating

 

13. Conhecer as padarias mais gostosas da cidade

Essa dica serve também para quem vai passar o Carnaval em uma cidade lotada de foliões. De manhã, a maioria da galera está dormindo para se recuperar do dia anterior e então você “ataca”.

Aproveite para tomar café da manhã em uma padaria diferentona, longe daquela onde você compra seu pãozinho todo dia. Se optar por uma gourmet, o preço vai ser um pouquinho mais caro, mas nada pagará o valor de seus olhos brilhando diante de tantas guloseimas.

No Rio de Janeiro, a Talho Capixaba oferece um ótimo café da manhã e, para quem quer enfiar o pé na jaca, tem croissant de Romeu e Julieta (!). Já na The Bakers, o destaque é para a torta Três Chocolates, com mousse de chocolate ao leite, branco e meio amargo.

Em São Paulo, a dica é a Padoca do Maní, em Pinheiros, com produtos saborosos e cara de “casa do interior”; e o aconchegante Le Vin Patisserie, nos Jardins, que serve um dos melhores croissants de amêndoas da cidade.

Norteando Você, http://www.norteandovoce.com.br/saude-humanizada/a-importancia-do-cafe-da-manha/Norteando Você

 

14. Zerar os filmes cults que você tem vergonha de não ter assistido

Todos nós já passamos por isso. A galera começa a conversar sobre filmes e você é obrigado a sorrir e fingir que já viu O Grande Leboswki. Ou o seu problema é com 2001: Uma Odisséia no Espaço?

Independente do filme que você se sente como um alienígena por não ter visto, use o tempo livre nesse feriado para não passar vergonha cinéfila. Mesmo se você não curtir o filme, pelo menos vai poder discutir com propriedade.

Blueprint Review, http://blueprintreview.co.uk/2016/08/stalker/Blueprint Review

– Stalker, de Andrei Tarkovsky

 

15. Virar um turista na tua própria cidade

Você nasceu e cresceu no mesmo lugar e nunca foi ao museu mais conhecido da cidade? Ou aquele centro cultural inaugurou nos anos 80, mas você ainda não teve tempo de visitá-lo?

Não perca mais tempo, dome a preguiça e vá desbravar a tua cidade do coração. Para te ajudar nas opções, veja nossas incríveis listas com os 50 Lugares Baratos para sair em São Paulo e os 50 Lugares Baratos para sair no Rio de Janeiro.

Weddix, https://www.weddix.de/ratgeber/hochzeitsplanung/hochzeits-shopping-guide.htmlWeddix

Fonte(s): Chata de Galocha, EAV Parque Lage, O Globo, G1, Nossa Festa Infantil, Vida de Viajete, Guia da Semana, Dupla Gourmet, Airbnb


Destaques do Alô, Alô? Testando!

158
Clique no "joinha" para bombar este post!
155
0
0
Roteirista, viajante profissional e amante da internet e das zueiras que vêm com ela.
publicidade

Tá na rede!

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade